https://imgur.com/0ZTOVvd.gif

★ VACINAS - Goiás recebe 17,5 mil doses de vacinas da Pfizer nesta terça-feira

Foto: (Reprodução) /Goiás recebe carregamento com vacinas contra Covid-19 

Primeiro lote do imunizante deve ser usado para 1ª aplicação em Goiânia. Com doses, governo quer concluir a vacinação dos idosos acima de 60 anos...

 

Goiás recebeu na madrugada desta terça-feira (4) um carregamento com 17.550 doses da vacina Pfizer/BioNTech contra a Covid-19. As doses chegaram no Aeroporto Internacional Santa Genoveva, em Goiânia. Este é o primeiro lote das vacinas da Pfizer que chegam ao estado e, segundo o Ministério da Saúde, ele deve ser todo utilizado para aplicação da primeira dose em Goiânia.


Do aeroporto, as doses seguiram para a Central Estadual de Rede de Frio e, após serem conferidas, serão encaminhadas para a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia. Depois disso, vão ser redistribuídas para os pontos de vacinação.

As doses vão ser aplicadas apenas em unidades de saúde.

“Vamos descongelar a vacina para ela ficar armazenada de 2 a 8ºC. Após esse descongelamento, a vacina tem que ser administrada em até cinco dias. Vamos fazer nas salas de saúde porque tem que ser um local climatizado”, 

disse o superintendente de Vigilância em Saúde de Goiânia, Yves Mauro Ternes.


A orientação do Ministério da Saúde é que o intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina da Pfizer seja de três meses.


Segundo o governo, com esse novo carregamento de 17.550 da vacina da Pfizer, Goiás totaliza 240.350 doses recebidas desde o último sábado (1º), quando chegaram 11,8 mil doses de CoronaVac. Na segunda-feira (2), o estado recebeu 211 mil doses da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca.


Com essa quantidade de doses, a expectativa do governo é de concluir a vacinação do grupo de idosos acima dos 60 anos de idade, trabalhadores da saúde, forças de segurança e salvamento e forças armadas, para poder avançar para as pessoas com comorbidades.

 

Foto: (Reprodução) /Goiás recebe carregamento com vacinas contra Covid-19 

 Armazenamento

A Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) firmou uma parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG), que vai disponibilizar ultra freezeres que permitem chegar a temperaturas de até - 80ºC para o armazenamento das vacinas da Pfizer. Com o apoio da UFG, será possível armazenar mais de 1 milhão de doses do imunizante na universidade.


No entanto, segundo a SES-GO, nesta primeira remessa de doses da Pfizer, não será preciso usar a infraestrutura da UFG. Neste primeiro momento, o estado vai armazenar as doses na Rede de Frio Estadual, na capital. No local, os imunizantes ficarão em uma temperatura negativa entre -25°C e -15°C.


Diferente das outras vacinas, as substâncias produzidas pela Pfizer/BioNTech exigem uma refrigeração de -80°C a -60°C, por um período de 6 meses. No entanto, segundo a SES-GO, na Rede de Frio Estadual, o imunizantes podem ficar por um período máximo de 14 dias, sem afetar a funcionalidade da vacina.


Durante o transporte do Ministério da Saúde para Goiás e outros estados, eles utilizarão embalagens específicas para garantir que as vacinas fiquem em temperatura negativa entre -25°C e -15°C.


A secretaria informou ainda que a Rede de Frio Estadual vai transportar a vacina para a Rede de Frio do município de Goiânia, onde ela também será mantida à temperatura entre -25°C e -15°C.


De lá, as doses serão distribuídas para os locais de vacinação em Goiânia em caixas refrigeradas mantendo, capazes de manter a temperatura entre 2° C e 8° C. Nestas temperaturas, as vacinas devem ser utilizadas em um prazo máximo de 120 horas, ou seja, 5 dias.



Fonte: G1 Goiás  


Esta matéria é em oferecimento de:




FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA

 



 

Tags

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget