Últimas Notícias

Foto: (Reprodução) /Mosaic Fertilizantes 


Graças a uma bem-sucedida estratégia de negócios, pautada pela sustentabilidade em todas as áreas, companhia ganhou prêmios das revistas Globo Rural e Brasil Mineral...


A Mosaic Fertilizantes recebeu, em novembro, importantes reconhecimentos para sua atuação no Brasil. A empresa foi campeã nas categorias Sustentabilidade e Fertilizantes no prêmio As Melhores do Agronegócio, da revista Globo Rural, e selecionada entre as Empresas do Ano do Setor Mineral, pela revista Brasil Mineral.     


“Muito nos orgulha estar ao lado de outras importantes empresas do agronegócio e mineração em prêmios que reconhecem nosso negócio e sua contribuição para o Brasil e o Planeta. Em nossa empresa, atuamos para a melhoraria constante da forma como fazemos negócios, fortalecendo nossa vocação de produzir os alimentos que o mundo precisa e gerando valor para todos nossos públicos”,
afirma Corrine Ricard, CEO da Mosaic Fertilizantes.     


Para a companhia, o sucesso de longo prazo está atrelado a uma boa gestão de recursos naturais, humanos e financeiros dos quais precisa para manter suas operações e contribuir para a produção de alimentos e fibras para uma população mundial de mais de 7 bilhões de pessoas.     


Com o objetivo de reforçar sua jornada de sustentabilidade no Brasil, que teve início em 2009, a Mosaic Fertilizantes apresentou recentemente suas metas em ESG para 2025 

– disponíveis na íntegra no site www.mosaicco.com.br/community/metas2025.htm


Em linha com a agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), essas metas são divididas entre Pessoas, Meio Ambiente, Sociedade e Empresas, e incluem temas como emissões de gases de efeito estufa, uso de água doce, diversidade e inclusão e segurança no local de trabalho e segurança alimentar.


“Em outubro de 2020, criamos nosso Comitê ESG, com a participação e engajamento das principais lideranças da empresa no Brasil para concentrar mais esforços e maximizar o que temos de melhor”,
completa a executiva.


Fertilizantes e sustentabilidade  


A Mosaic Fertilizantes possui um compromisso de longo prazo com o agricultor e fornece soluções para lavouras sustentáveis e cada vez mais produtivas, contribuindo positivamente para a segurança alimentar, produzindo nutrientes agrícolas de qualidade.     


A empresa investe no desenvolvimento de formulações de fertilizantes que facilitem a operação no campo e maximizem os resultados. Além disso, para garantir a aplicação correta desses insumos, a empresa promove capacitações técnicas junto aos clientes sobre o manejo responsável de fertilizantes, assegurando a rentabilidade, bem como a sustentabilidade.    


Também promove treinamentos para produtores e profissionais agrícolas, em parceria com entidades do setor, como a Embrapa, para disseminação de melhores práticas de atuação.


Atuação nas comunidades  


Além das iniciativas internas para a promoção da sustentabilidade de forma transversal aos seus negócios, a empresa tem como prioridade gerar impacto positivo nas localidades onde atua, por meio do Instituto Mosaic. A entidade é o pilar social da companhia para promover o desenvolvimento das comunidades, com ações baseadas na realidade e necessidades regionais, de acordo as plataformas de atuação: 

  • água, 
  • educação, 
  • alimentação 
  • e desenvolvimento social.     


Um exemplo é o Edital de Água, que, em sua segunda edição, tem como objetivo valorizar e incentivar as práticas de gestão da água por meio do apoio ao desenvolvimento de projetos com foco na disponibilização de água de qualidade para as gerações futuras. Premiado em sua primeira edição, o Edital da Água foi ganhador de duas categorias do Prêmio Cases de Sucesso em Água e Saneamento Ambiental 2019, realizado pela Rede Brasil do Pacto Global, da ONU.


Reconhecimentos  


Em sua 16ª edição, o prêmio As Melhores Empresas do Agronegócio é um dos mais prestigiados reconhecimentos do segmento. A seleção é feita com base em dados do ano anterior (portanto 2019) pela Serasa Experian. Além de uma análise econômico-financeira das empresas, a classificação geral leva em consideração aspectos de responsabilidade socioambiental. A avaliação tem como base as certificações da empresa reconhecidas no mercado nacional e internacional, suas ações e os relatórios disponíveis com informações sobre compromisso social e preservação do meio ambiente. Esta foi a primeira vez que uma empresa de fertilizantes recebeu o prêmio na categoria Sustentabilidade.   


O Empresas do Ano do Setor Mineral é promovido há 37 anos pela revista Brasil Mineral. Em uma primeira etapa, o Conselho Consultivo da publicação indica as organizações que irão para votação direta entre os leitores. Os critérios para eleição são: política de crescimento 

– investimentos em novos projetos ou expansões; inovações ou modernizações tecnológicas; política ambiental –
 

compatibilização da atividade produtiva com a conservação do meio ambiente; e política de recursos humanos e relacionamento com a comunidade.


Sobre Mosaic Fertilizantes  


Com a missão de ajudar o mundo a produzir os alimentos de que precisa, a Mosaic atua da mina ao campo. A empresa entrega cerca de 27,2 milhões de toneladas de fertilizantes ao ano para 40 países, sendo uma das maiores produtoras globais de fosfatados e potássio combinados. No Brasil, por meio da Mosaic Fertilizantes, opera na mineração, produção, importação, comercialização e distribuição de fertilizantes para aplicação em diversas culturas agrícolas, ingredientes para nutrição animal e produtos industriais. Presente em dez estados brasileiros e no Paraguai, a empresa promove ações que visam transformar a produtividade do campo, a realidade dos locais onde atua e a disponibilidade de alimentos no mundo. Para mais informações, 

visite www.mosaicco.com.br

Siga-nos no 

Facebook

Instagram 

e LinkedIn.


Fonte: CDN


Esta matéria é em oferecimento de:


FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA



Foto: (Reprodução) /Repórter Conexão


Área Azul prepara retomada de atividades após meses de paralisação...


Segundo informações do

"Repórter Conexão",
o sistema de estacionamento rotativo pago, mais conhecido como
'Área Azul'
deve retomar os serviços na área central de Caldas Novas  no início de dezembro. 


Foto: (Reprodução) /Repórter Conexão


Os trabalhos foram suspensos em março, no início da pandemia, por conta das medidas de isolamento social.  


A informação de retomada, foi confirmada pelo advogado da empresa TecGold em Caldas Novas, Dr. Halberth Gonçalves dos Santos. 


Foto: (Reprodução) /Repórter Conexão


Segundo ele, a data para retorno estaria inclusive agendada para o próximo dia 09 de dezembro. 


Foto: (Reprodução) /Repórter Conexão


A empresa inclusive já estaria realizando toda estruturação com nova seleção e treinamento de funcionários. 


Fonte: Everton Marques/Repórter conexão


Esta matéria é em oferecimento de:


FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA

Foto: (Reprodução) /Blog do Datena


Ônibus colidiu de frente com caminhão em rodovia entre as cidades de Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré...


O assunto da manhã desta quarta-feira (25) infelizmente é o acidente grave entre um ônibus e um caminhão na rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), entre as cidades de Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré. Segundo a Capitão Aline do Corpo de Bombeiros, estão confirmadas, até o momento, 32 mortes. Outras pessoas foram encaminhadas feridas a hospitais da região. Ainda há também vítimas presas nas ferragens.


Foto: (Reprodução) /Blog do Datena

“O atendimento foi iniciado pelo policiamento do batalhão de Avaré. Estamos agora com ações dos bombeiros, ambulâncias dos municípios, policiamento rodoviário e perícia no local. A informação que temos é que as pessoas estavam se deslocando para o trabalho. O ônibus transportava trabalhadores de uma empresa de confecção de jeans”,
disse a capitão à Rádio Bandeirantes.  


Mesmo sem os números fechados, este já é o acidente mais grave do ano registrado em rodovias paulistas pelo número de mortes.


Foto: (Reprodução) /Blog do Datena

Ainda segundo a capitão, a colisão aconteceu às 6h30. 

“O ônibus, que ia de Taquarituba para Fartura, teria se chocado de frente com o caminhão. A dinâmica de ultrapassagem, quem estaria na faixa do outro, está sendo verificada. Sabemos que o ônibus bateu de frente e tivemos um acidente grave com vítimas arremessadas para fora e outras presas nas ferragens.”  

O capitão Maycon ressaltou que as vítimas foram levadas a hospitais de Taguaí e Taquarituba. 

“São cidades pequenas com serviços de saúde escassos. Isso acaba extrapolando a capacidade de atendimento.”
Voltamos em breve com mais informações.



#Acidente  #RádioBandeirantes



Fonte: Blog do Datena  


Esta matéria é em oferecimento de:


FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA

 

Foto: (Reprodução) /Imóvel na planta sobe quase 8% em um ano /MARCELO D. SANTS/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Índice divulgado pela FGV — responsável por reajustar saldo devedor do imóvel — marcou 1,29% em novembro e acumula alta de 7,86% em um ano...


O INCC-M (Índice Nacional de Custos da Construção), principal índice usado para reajustar os financiamentos imobiliários, perdeu ritmo e marcou 1,29% em novembro, contra 1,69% em outubro, informou nesta quarta-feira (25) a FGV (Fundação Getulio Vargas).


Com o resultado, o índice acumula alta de 7,71% no ano e de 7,86% em 12 meses. Isso significa que quem comprou um apartamento na planta em novembro de 2019 teve o saldo devedor reajustado em quase 8% agora. No entanto, vale lembrar que, nesses 12 meses, o tomador de crédito pagou parcelas e parte da dívida com o banco.


Quando o comprador financia um imóvel na planta, não apenas compra mas também financia a construção desse empreendimento. Essa construção está sujeita à variação do custo dos materiais utilizados e, por isso, o INCC é usado para reajustar o saldo devedor durante essa fase.  


A desaceleração da inflação da construção civil se deu, principalmente, pela perda de ritmo no grupo Materiais e Equipamentos, que marcou 2,85% neste mês, contra 4,12% de outubro.   


Vale ressaltar o desempenho de materiais para estrutura, que foi de 4,45% em outubro, para 3,22% em novembro, além de materiais para instalação, que apresentou uma desaceleração considerável, indo de 7,55% no mês anterior, para 2,79% neste mês.  


Seis capitais brasileiras contribuíram para a perda de ritmo da inflação da construção civil, sendo elas Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.   


Por outro lado, o INCC em Porto Alegre acelerou neste mês. Em outubro, índice marcava 1,24%, já em novembro ficou em 2,48%.

 

Vídeo: (Reprodução) 


Fonte: R7 Notícias   


Esta matéria é em oferecimento de:

FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA





Foto: (Reprodução) /Grupo só poderá sacar em 4 de janeiro, mas pode movimentar contra por aplicativo /GUILHERME DIONíZIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Serão beneficiados 3,5 milhões nascidos em março que fazem parte do ciclo 5, além de 1,6 milhão do Bolsa Família, com final 7 do NIS...



A Caixa paga nesta quarta-feira (25) parcelas do auxílio emergencial para 5,1 milhões de pessoas. Serão beneficiados com depósito em conta digital 3,5 milhões nascidos em março, que fazem parte do ciclo 5 do calendário de pagamento. Além de 1,6 milhão de participantes do Bolsa Família com número final 7 do NIS.


O ciclo 5 inclui beneficiários cadastrados pelo aplicativo da Caixa e inscritos no CadÚnico que receberam a primeira parcela de R$ 600 em junho. Do total de R$ 1,1 bilhão que serão depositados nesta quarta, 3,4 milhões de beneficiários vão receber o auxílio extensão de R$ 300. Outros 168,3 mil, que foram incluídos depois no calendário, ganham parcelas do auxílio normal, de R$ 600.


Mas o saque em dinheiro para esse grupo só poderá ser realizado em 4 de ja neiro de 2021. Até lá o valor pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais.


Para o Bolsa Família, o pagamento já está na terceira e penúltima parcela do auxílio extensão, de R$ 300, e é realizado dentro do calendário do programa, permitindo a utilização do cartão nos canais de autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui; ou por crédito na conta Caixa Fácil.  


Nesta quinta-feira (26), a Caixa libera o saque para 3,6 milhões nascidos em julho que fazem parte do ciclo 3 e 4. Ao todo, já foram pagos R$ 258,2 bilhões do auxílio emergencial para 67,8 milhões de brasileiros, num total de 428,7 milhões de pagamentos.




Fonte: R7 Notícias  


Esta matéria é em oferecimento de:

FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA


Foto: (Reprodução) 

Familiares e amigos de uma manicure da cidade de Uberlândia estão desesperados à procura dela... 


Cristiane Gomes Ribeiro, de 36 anos, sumiu depois que saiu com o namorado que conheceu em uma festa dias antes. Ela está desaparecida desde a quinta feira, 19, há cinco dias.  Vitória, amiga pessoal e colega de trabalho de Cristiane veio até a emissora pedir ajuda para encontrar a mulher, que é trabalhadora, não tem nenhum vício, e tem dois filhos, de 19 e 14 anos.  


Segundo a amiga, Cristiane saiu do Bairro Jardim Brasília, onde mora, por volta de 21h. Ela estava na companhia do namorado, identificado por ela apenas como Anderson Vinícius. Eles estavam de moto e seguiram sentido ao Bairro Élisson Prieto, antigo Glória.  


Informações podem ser repassadas à Polícia Militar (PM) e também pelos telefones: 

  • Vitória (34) 9-9794-3236 ou 
  • Tatiane Vieira (34) 9-9234-6055.

Vídeo: (Reprodução) /V9 Vitoriosa



Fonte: V9 Vitoriosa  


Esta matéria é em oferecimento de:


FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA

 

Foto: (Reprodução) /Redação GA Comunicação


Tabagismo é o principal responsável pelo surgimento de tumor pulmonar, tipo que mais mata em todo o mundo...


No calendário mundial da Saúde, Novembro é celebrado como mês da prevenção ao câncer de pulmão. E o laço branco que marca este período, neste ano traz um alerta relacionado a um dos principais hábitos evitáveis relacionados a esse tipo de tumor: o fumo. Segundo o Ibope Inteligência, o número de pessoas que usam cigarro eletrônico no Brasil, em apenas um ano, dobrou. A pesquisa demonstrou que os praticantes deste tipo de tabagismo saltou de 0,3% da população para 0,6%, tendo registrado aumento ainda maior em São Paulo e no Rio de Janeiro. São cerca de 600 mil usuários brasileiros da tecnologia que, dizem os especialistas, é capaz de causar tanto dano quanto o cigarro tradicional. O design moderno e a produção menor de fumaça são alguns dos atrativos deste produto, que tem ganhado espaço entre jovens, principalmente.


O oncologista clínico Bruno Ferrari, fundador e presidente do Conselho de Administração do Grupo Oncoclínicas, alerta para os riscos do chamado vape.

“Nós vemos novas formas de tabagismo chegando, como esse dispositivo tecnológico, por exemplo. E apesar de muitas pesquisas apontarem para os malefícios causados pelos cigarros tradicionais, as alternativas como os cigarros light, eletrônicos ou narguilés também podem ser prejudiciais à saúde. Eles têm atraído principalmente os adolescentes, pelo formato, pela novidade e pela falta de informação também sobre o impacto nocivo deles. Estamos vendo uma geração ‘livre’ do cigarro aderir a versões mais modernas do mesmo mal”.


O médico explica que o cigarro eletrônico vaporiza um líquido que contém uma grande quantidade de nicotina e seu uso deve ser um ponto de alerta para a sociedade. Não há estudos definitivos que indiquem a extensão do impacto desses novos tipos de fumo no desenvolvimento de cânceres, o que está relacionado à própria existência recente desses dispositivos e também porque seu uso é muito variado: há pessoas que fumam apenas ele, outras que consomem cigarros eletrônico e convencional, aquelas que nunca fumaram cigarro convencional e foram direto para o eletrônico, as que substituíram o convencional pelo eletrônico.


“Em teoria, os e-cigarros seriam menos nocivos à saúde por conter uma quantidade de ‘ingredientes’ com potencial cancerígeno muito inferior ao do cigarro tradicional. Todavia, mesmo sem contar com itens como o tabaco em sua composição, esses dispositivos eletrônicos possuem outros elementos que podem ser altamente prejudiciais”,
comenta Clarissa Mathias, oncologista do Grupo Oncoclínicas e presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC).


De acordo com ela, de fato o que deve ficar claro é que este produto não é desprovido de malefícios.

“Mesmo não queimando tabaco, o dispositivo eletrônico tem substâncias nocivas. Ainda não temos como saber quais serão as consequências do consumo desse tipo de cigarro a médio e longo prazos. Teremos que esperar talvez 20 anos para medir isso, o que pode ter consequências para a vida e o bem-estar de toda uma geração”.


Por isso, os especialistas são categóricos em afirmar que o aumento no consumo de cigarros eletrônicos representa um retrocesso para o Brasil. O país é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um exemplo no combate ao tabagismo, tendo um dos menores índices de fumantes do mundo: cerca de 10% da população acima de 18 anos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).


“Mesmo com os avanços obtidos a partir de campanhas contra o fumo, os desafios não param de chegar. Depois de anos diminuindo o número de fumantes, principalmente entre jovens - o que é super importante, já que a maioria dos que continuam fumando começaram nessa época da vida -, o aumento grande de pessoas usando o cigarro eletrônico não pode ser ignorado. O apelo tecnológico é uma das coisas que atraem os mais novos e é preciso conscientizar a população que, mesmo eles, são potencialmente tóxicos e levam à dependência”,
frisa Bruno Ferrari.


Tabagismo ainda é a principal causa de câncer  


O tabagismo continua sendo o maior responsável pelo câncer de pulmão em todo o mundo. Aliás, não apenas deste tipo de tumor: em 2017, conforme dados do INCA, 73.500 pessoas foram diagnosticadas com algum tipo de câncer provocado pelo tabagismo no país e 428 pessoas morrem diariamente no país por conta dele. A entidade aponta ainda que mais de 156 mil mortes poderiam ser evitadas anualmente se o tabaco fosse evitado.   


Em 79% dos casos de câncer de pulmão, por exemplo, os pacientes eram fumantes, ou ex-fumantes. Apenas 21% nunca tiveram contato com o tabaco. 

“Todo ano, cerca de dois milhões de pessoas são diagnosticadas com câncer de pulmão ao redor do globo. E quem fuma tem de 20 a 30 vezes mais chances de desenvolver esse tipo de tumor. Isso porque as substâncias químicas presentes no cigarro danificam e provocam mutações no DNA das células pulmonares, fazendo com que deixem de ser saudáveis e se transformem em células malignas”,
diz Clarissa Mathias.  


O hábito de fumar também contribui para o aumento no risco de ocorrência de ao menos outros 12 tipos de câncer: bexiga, pâncreas, fígado, do colo do útero, esôfago, rim e ureter, laringe (cordas vocais), na cavidade oral (boca), faringe (pescoço), estômago e cólon, leucemia mielóide aguda. Adicionalmente, o tabagismo é um dos hábitos relacionados a formas mais graves de infecção pelo novo coronavírus.


Oncoclínicas na luta contra o fumo   


Anualmente, o Instituto Oncoclínicas – iniciativa do corpo clínico do Grupo Oncoclínicas para promoção à saúde, educação médica continuada e pesquisa - desenvolve uma série de ações para alertar sobre a importância de combater o tabagismo como forma efetiva de prevenção contra o câncer. Em 2020 a iniciativa traz uma abordagem positiva nas redes sociais mostrando os benefícios sentidos pela pessoa que para de fumar.   


Com o mote

“A melhor dica é viver bem”,
a ação é voltada à conscientização sobre o abandono do cigarro para uma retomada da saúde e da qualidade de vida. Direcionada à sociedade em geral, ela ressalta uma importante informação: nunca é tarde demais para abandonar o cigarro. Apenas 20 minutos após interromper o vício, a pressão arterial volta ao normal e a frequência do pulso cai aos níveis adequados. Em 8 horas, os níveis de monóxido de carbono no sangue ficam regulados e o de oxigênio aumenta. Passadas 24 horas, o risco de se ter um acidente cardíaco diminui. E após 48 horas, as terminações nervosas começam a se recuperar e os sentidos de olfato e paladar melhoram.   


Em até três meses, a circulação sanguínea melhora e caminhar torna-se mais fácil com a função pulmonar que se recupera em até 30%. A partir de um a nove meses, os sintomas como tosse, rouquidão e falta de ar ficam mais tênues. Em cinco anos, a taxa de mortalidade por câncer de pulmão de uma pessoa que fumou um maço de cigarros por dia diminui em pelo menos 50%. Quinze anos após parar de fumar, torna-se possível assegurar que os riscos de desenvolver câncer de pulmão se tornam praticamente iguais aos de uma pessoa que nunca fumou.  


“Pessoas que abandonam o cigarro podem colher os benefícios duas vezes: prevenindo mais danos às células pulmonares relacionados ao tabaco e dando aos pulmões a chance de se recuperar dos danos existentes”,
finaliza Bruno Ferrari.  


Para mais informações, acesse www.grupooncoclinicas.com/movimentopelavida


Fonte: Redação GA Comunicação 


Esta matéria é em oferecimento de:


FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA

 

Foto: (Reprodução) /Francisco José de Camargo — Foto: Cristina Cabral/O Popular

O pai dos cantores estava internado em hospital particular de Goiânia há 14 dias após sentir dores no intestino. Velório deve ser às 10h desta terça-feira (24) no Jardim das Palmeiras...


Pai de Zezé di Camargo e Luciano, Francisco José de Camargo, de 83 anos, morreu na noite de segunda feira (23), após 14 dias internado em hospital particular em Goiânia. A informação foi confirmada pela assessoria da dupla na manhã desta terça-feira (24).  


Por meio de nota, a assessoria dos sertanejos afirmou que o velório deve ser às 10h no Jardim das Palmeiras, em Goiânia. O sepultamento está marcado para as 17h (veja o comunicado na íntegra ao fim da reportagem).


Também de acordo com a assessoria, Zezé já está na capital goiana. Luciano, que mora em São Paulo, testou positivo para Covid-19 e está em isolamento em casa.  


Seu Francisco estava internado desde o último dia 10 de novembro, quando sentiu dores no intestino. Quatro dias depois, ele precisou passar por uma cirurgia de emergência para estancar um sangramento no órgão. No dia, Zezé e Luciano estavam em Goiânia para acompanhar de perto a evolução do quadro.  


Segundo o irmão dos cantores, Emanoel Camargo, o pai havia começado a retirada dos sedativos na quinta-feira (18).


Apesar dos filhos famosos, ele ficou conhecido nacionalmente em 2005, após o lançamento do filme

“Dois Filhos de Francisco”,
que contou a história dele e de sua família.  


Francisco Camargo deixa a esposa, Helena Siqueira de Camargo, de 75 anos, e oito filhos: 

  • Mirosmar José de Camargo (Zezé), 
  • Marlene José de Camargo, 
  • Wellintgton Camargo, 
  • Emanoel Camargo, 
  • Luciele de Camargo, 
  • Welson David de Camargo (Luciano), 
  • Wesley José de Camargo 
  • e Walter José de Camargo. 


Outro filho do patriarca da família, Emival Camargo, que foi a primeira dupla com Zezé, morreu em 1975 em um acidente de carro.  


Ele também tinha dez netos, incluindo a cantora Wanessa Camargo – filha de Zezé -, e dois bisnetos, filhos dela.  Internações Nos últimos anos, Seu Francisco convivia rotineiramente com problemas de saúde e internações. Em março de 2018, ele ficou mais de um mês no hospital devido a uma pneumonia.  


Já em fevereiro deste ano, Seu Francisco chegou a ser internado para tratar uma infecção decorrente de um enfisema pulmonar. Ele ficou oito dias no hospital e chegou a ocupar um leito de UTI.


Foto: (Reprodução) /Francisco Camargo com os filhos Zezé e Luciano, em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Dois Filhos de Francisco 


O filme

“2 Filhos de Francisco”
foi lançado em 2005 nos cinemas brasileiros e contou a história de vida da dupla Zezé di Camargo e Luciano e o esforço do pai para tornar a dupla famosa no mundo da música sertaneja. O ator Ângelo Antônio foi o responsável por viver o papel de Francisco. Já a atriz Dira Paes foi a responsável por viver a esposa dele, Helena.  


Segundo sites especializados em cinema, o longa foi assistido por cerca de 6 milhões de pessoas e arrecadou aproximadamente R$ 34 milhões.


Foto: (Reprodução) /Francisco de Camargo com filhos Zezé e Luciano — Foto: Reprodução/Instagram

Comunicado da assessoria de Zezé di Camargo e Luciano sobre morte de Francisco  


‘Seu’ Francisco se despede com a certeza de missão cumprida  


Nascido em Sítio Novo, no interior de Goiás, o homem que um dia presenteou os colegas de trabalho da obra, na construção civil, com fichas telefônicas, sob a condição de que eles usassem as moedas para ligar na principal rádio de Goiânia pedindo pela canção chamada “É o Amor”), despediu-se de nós, nesta segunda feira (23), aos 83 anos, com a sensação de dever mais do que cumprido.  


Desde que começou a multiplicar filhos com Dona Helena, “seu Francisco” preparava com afinco a dupla sertaneja com que tanto sonhava. Primeiro fez de Emival, o segundo filho, par de Mirosmar, o primogênito, mas, quis o destino que Emival saísse de cena precocemente. Só muitos anos depois, o Seu Francisco foi ver Mirosmar alinhado com o Welson David, ambos atendendo já como Zezé Di Camargo e Luciano.  


A essa altura, o amor já era algo que mexia com a nossa cabeça e o nosso coração, e fazia a gente “entender que a vida é nada sem você”. Neste momento, diante da partida do pai, os filhos todos de Francisco - Mirosmar José, Emmanoel José, Marlene, Wellington, Walter, Welson David, Werlei e Luciele entoam justamente esse verso, certos de que a vida não seria nada sem ele e a parceria da mãe, a guerreira dona Helena, que tem amparado os filhos e netos com uma força descomunal.  


De origem extremamente humilde, Seu Francisco viveu bem e o bastante para experimentar a maior das dores – a perda de um filho – e a mais gratificante das vitórias, que é o alcance do êxito absoluto dos filhos. Teve sua história contada em filme visto por a grande consagração dos filhos. Ainda há poucos dias, contabilizaram-lhe, em uma mesa, os quase 7 milhões de pessoas que foram assistir a esse enredo só no cinema. Salve!  


O pai do Seu Francisco chamava-se Onofre Francisco. Ele pensava que Francisco fosse sobrenome e foi batizando todos os filhos com Francisco: Vicente Francisco, Liberato Francisco... O impasse se deu quando quis batizar um deles justamente com o nome de Francisco. Não podia ser Francisco Francisco. E então ficou Francisco José, acrescido de Camargo. E assim ele formou com honra o clã que todos amam.  


Foi embora um homem simples, que deixou um grande exemplo de superação com um legado de honestidade!  


Arleyde



Fonte: G1 Goiás  



Esta matéria é em oferecimento de:




FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA



 

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget