Últimas Notícias

Foto: (Reprodução) /GA Comunicação  


★ Diagnóstico precoce, inovação em tratamentos e prevenção serão alguns dos temas do 9º Simpósio Internacional Oncoclínicas e Dana-Farber Cancer Institute, em outubro...



Até 2040, a Organização Mundial da Saúde projeta que os casos de câncer terão aumento de mais de 80% nos países em desenvolvimento. Hoje, a doença já é a segunda maior causa de morte no mundo, exercendo pressão física, emocional e financeira sobre pacientes, famílias, comunidades e sistemas de saúde. Apesar disso, há boas notícias em tratamentos e diagnósticos precoces que podem ajudar a desacelerar o avanço da doença. 


No ano passado, a OMS acendeu um alerta vermelho para o câncer em função do avanço da pandemia do Coronavírus. Por conta dela, foi registrada uma redução global nos índices de diagnóstico e tratamento da doença em todos os países do mundo em 2020. Cerca de 50% dos serviços públicos de tratamento de câncer foram parcial ou totalmente interrompidos durante a pandemia. No Brasil, mais de 70 mil pessoas deixaram de ser diagnosticadas por não fazerem exames, segundo a Sociedade Brasileira de Patologia Clínica (SBPC). 


Para discutir os impactos dessa realidade, assim como novas formas de combate à doença e caminhos para a democratização do acesso à saúde, o Grupo Oncoclínicas, em parceria com Dana-Farber Cancer Institute, realizará entre os dias 29 e 30 de outubro, a 9º edição do seu Simpósio Internacional. O evento, gratuito e totalmente virtual, vai reunir mais de 250 palestrantes nacionais e internacionais em 14 salas temáticas divididas por especialidades - ginecologia, mama, urologia, hematologia, gastrointestinal, pulmão, medicina de precisão, sarcoma, pele, cabeça e pescoço, sistema nervoso central, multidisciplinar, cuidados paliativos, neuroendócrinos, onco-hemato-pediatria e radioterapia - para debater os últimos avanços da medicina no desenvolvimento de pesquisa clínica, processos diagnósticos, tratamentos e impactos da Covid-19 no enfrentamento à doença. 


“A pandemia trouxe desafios importantes para a medicina como um todo. No caso da oncologia, temos não apenas reflexos negativos nas rotinas de acompanhamento de pacientes oncológicos como também um ‘apagão’ global de diagnósticos, o que afeta o processo de descoberta de tumores malignos ainda em estágio precoce. Esses aspectos se somam ainda aos inúmeros desafios que já enfrentamos na rotina da prática clínica e que envolvem temas como equidade no acesso às melhores alternativas terapêuticas a todos os pacientes oncológicos e formas de promover novos avanços nos tratamentos”,
 

comenta o oncologista Carlos Gil Ferreira, presidente do Instituto Oncoclínicas.


No tocante ao diagnóstico precoce, o médico lembra que é preciso estimular a discussão como forma de promover a melhora no quadro de ocorrência do câncer. De acordo com a OMS, grande parte dos casos da doença poderia ser evitada: entre 30% e 50% das neoplasias podem ser prevenidas por meio da adoção de melhores hábitos de saúde, como não fumar, e medidas de saúde pública, como vacinação contra doenças infecciosas causadoras de câncer, como é o caso do vírus do papiloma humano (HPV), que responde por 70% dos casos de tumores de colo de útero e está ligado ao aumento no risco de incidência de outros cinco tipos de câncer. 


“Em países onde os sistemas de saúde são fortes, as taxas de sobrevivência de muitos tipos de câncer estão melhorando graças à disseminação de informações para conscientização sobre prevenção de causas evitáveis do câncer, à detecção precoce acessível, tratamento de qualidade e cuidados médicos de sobrevivência. O câncer não é uma sentença de morte, é essencial esclarecermos os tabus sobre a doença, suas causas e condutas terapêuticas”,
 

ressalta Carlos Gil. 


Nesse sentido, é fundamental garantir que a população tenha acesso a exames de controle periódicos e ao que há de mais atual no tratamento dos mais variados tipos de câncer. Segundo dados de 2020 do Instituto Nacional do Câncer (INCA), os tumores malignos mais comuns em homens são próstata (29%), cólon e reto (9,1%) e pulmão, (7,9%), enquanto em mulheres são câncer de mama (29,7%), cólon e reto (9,2%) e colo do útero (7,5%). 

 

Terapia oral avança no tratamento do câncer de mama


Atualmente o câncer de mama lidera o ranking dos que mais afetam a população mundial, segundo o mais recente levantamento da OMS, feito em 2020. Com mais de 2,2 milhões casos, 11,7% do total, ele também é o tipo de tumor cujos progressos em pesquisas vêm mostrando bons resultados e alternativas cada vez mais avançadas de tratamento. Um dos estudos internacionais recentes que trouxe dados é o OlympiA. Apresentado uma sessão plenária do Encontro Anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO, da sigla em inglês) e também publicado simultaneamente no The New England Journal of Medicine, o estudo traça alternativas para diminuir a recorrência de câncer dentro do grupo de pacientes com mutações hereditárias por meio do uso de medicações orais.


“Isso deve ser certamente comemorado. O estudo OlympiA avaliou o papel do olaparibe - medicamento que funciona como uma quimioterapia oral e atua como inibidor de uma enzima chamada polis da polimerase (PARP) - como forma de diminuir a recorrência de tumores entre o grupo de pacientes com câncer hereditário do tipo HER2 negativo com mutações nos genes BRCA 1 e BRCA 2. É um estudo reportado como positivo e que tem enorme potencial de alterar a nossa prática clínica”, 

 

relata o oncologista Max Mano, líder de tumores de mama do Grupo Oncoclínicas.


Também há perspectivas animadoras no uso de terapias avançadas para tumores metastáticos positivos para receptor de estrogênio (ER), subtipo que representa cerca de 75% de todos os casos. Os avanços no uso de moléculas projetadas para tratar esse tipo de doença, renovando assim as esperanças de pacientes, também farão parte das discussões. 


“Esse foi um ano excepcional em termos de avanços no combate ao câncer de mama, com dados extremamente relevantes. O câncer de mama começa realmente a mergulhar na era genômica, ou seja, de tratamentos direcionados por biomarcadores. Durante o Simpósio iremos aprofundar as conversas sobre os impactos desses avanços na rotina de cuidados com pacientes aqui no Brasil”, 


afirma Max Mano.

 

Viver com câncer


Outro importante tema do 9º Simpósio Internacional Oncoclínicas e Dana-Farber Cancer Institute são os Cuidados Paliativos. Área da medicina relativamente nova, a especialidade vem ganhando cada vez mais espaço em uma sociedade que avança em pesquisas, na ciência e cujos cidadãos vivem cada vez mais. Doenças antes com altas taxas de letalidade agora se tornaram quase crônicas, como é o caso de alguns tipos de tumores, o que tem feito com que o tema avance em várias frentes dentro da oncologia.


“Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os cuidados paliativos aplicam-se já ao início do curso da doença, em conjunto com outros tratamentos destinados a aumentar a sobrevida, como quimioterapia ou radioterapia, e incluem aqueles exames necessários à melhor compreensão e controle das complicações clínicas angustiantes. As transições na linha de cuidado são um processo contínuo e sua dinâmica difere para cada paciente”, 

 

diz Sarah Ananda Gomes, Líder da Especialidade Cuidados Paliativos do Grupo Oncoclínicas.


A médica esclarece que alguns outros pilares dessa abordagem se baseiam na importância de sempre respeitar a autonomia do indivíduo, seus valores e prioridades e também no papel essencial do trabalho em equipe transdisciplinar para alcançar a redução do sofrimento e dor, que beneficiam todos envolvidos.  


Sarah frisa ainda que o investimento em amenizar a evolução de tumores tem efeito prático na Oncologia em geral, além dos cuidados paliativos. Novas drogas, tratamentos inovadores pautados pela análise de diagnósticos cada vez mais avançados e pesquisas científicas constantes contribuem amplamente para que um leque cada vez maior de tumores sejam combatidos com eficácia, fazendo com que um número expressivo de pacientes oncológicos vivam - e bem - com a doença.


"Quando falamos em cuidado paliativo, o que de imediato vem à mente é a ideia de que o paciente está morrendo e, portanto, não há nada mais a ser feito, o que gera um preconceito na busca por esse tipo de tratamento. Mas isso não é real, precisamos desmistificar esse conceito: no cuidado paliativo há sempre muito a ser feito em prol do bem estar e da qualidade de vida, o objetivo é traçar as melhores estratégias para assegurar a ele a melhor linha de cuidado integral e individualizado para que ele viva e conviva com a doença com plenitude e dignidade", 


complementa Sarah.


Estes e outros assuntos farão parte da extensa programação do evento. Para saber mais, acesse: https://simposiooc.com.br


 

Serviço:

9º Simpósio Internacional Oncoclínicas e Dana Farber-Institute (evento totalmente virtual)

Quando: 

29 e 30 de Outubro de 2021,  das 9h30 às 18h00

Inscrições gratuitas e Programação:

https://simposiooc.com.br 

 

 


Fonte: GA Comunicação

 

Esta matéria é em oferecimento de:

 


FOLHA DE CATALÃO – A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA!


Foto: (Reprodução) /Cmoc International  


Atuação responsável em ESG, faz do grupo um exemplo para os pares...

 


De acordo com o relatório MSCI ESG Rating*, atualizado em agosto de 2021, a China Molybdenum (CMOC) foi classificada com ‘A’ em ‘BBB’, liderando seus pares no mercado chinês. Esta mudança deve-se principalmente às melhorias realizadas pela empresa no desempenho ambiental com todas as suas operações de mineração certificadas com a ISO 14001.


De acordo com o Relatório Ambiental, Social e de Governança da CMOC, em 2020, 82% do seu consumo total de água foi de água de reuso, reduzindo significativamente o impacto nos recursos hídricos locais. Além disso, a empresa se alinha às boas práticas internacionais em áreas como conservação da biodiversidade e descarte de resíduos.


Nas áreas sociais, o CMOC possui uma política ativa de investimento na comunidade, alocando aproximadamente RMB 160 milhões em 2020. Em 2021, tornou-se membro da Better Mining and Fair Cobalt Alliance, juntando-se a parceiros internacionais em seus esforços para melhorar as condições de trabalho e de vida das comunidades locais de mineração artesanal e de pequena escala na África.


Além dos setores ambiental e social, o CMOC também lidera seus pares chineses em governança. Seus diretores independentes participam plenamente do trabalho dos comitês do conselho e fornecem uma forte supervisão da gestão da empresa. As melhorias contínuas na divulgação de informações foram reconhecidas pelas autoridades reguladoras e investidores.


Nos últimos anos, o CMOC reconheceu a importância ao trabalho ESG e investiu para melhorar seu desempenho no tema. Para promover seu desenvolvimento internacional, fortaleceu sua cultura corporativa e atualizou sua visão para se tornar uma 


"empresa de recursos modernos, respeitada e de classe mundial". 

 

Para o presidente do Conselho e Presidente do Comitê Estratégico e de Sustentabilidade, Sr. Yuan Honglin, o desenvolvimento sustentável é parte integrante da meta ambiciosa definida pela empresa. 


“A CMOC está comprometida com a mineração e o comércio responsáveis. Daqui para frente, continuaremos a melhorar nossos sistemas de gestão de risco, implementar os principais padrões internacionais e melhores práticas e compartilhar os frutos de nosso desenvolvimento com acionistas, funcionários, comunidades locais e governos anfitriões para garantir que a mineração beneficie as gerações futuras”, 


acrescenta Honglin.

 

*Com mais de 50 anos de experiência em pesquisa, a MSCI é líder no fornecedor de ferramentas e serviços de suporte a decisões críticas para a comunidade global de investimentos. As classificações de fundos MSCI ESG visam medir a resiliência de fundos mútuos e ETFs a riscos e oportunidades de longo prazo decorrentes de questões ambientais, sociais e de governança (ESG).

 

 

Fonte: CMOC Brasil

 

Esta matéria é em oferecimento de:

 


FOLHA DE CATALÃO – A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA!


 

Foto - Montagem: /Folha de Catalão /Dr. Murilo Diniz de Castro


 Saúde bucal, saiba os motivos que demonstra a importância de visitar o seu dentista regularmente...

 

Ir se consultar ao dentista é um compromisso que deve ser renovado com frequência em sua agenda. É nessa oportunidade que serão prevenidas e identificadas quaisquer doenças que possam atrapalhar a saúde bucal, como cáries e gengivite. O diagnóstico precoce facilita o tratamento e evita que seja necessária a extração.


Infelizmente, o mais comum é o paciente procurar o dentista somente quando a doença já está em estado avançado, apresentando sintomas graves. O problema disso é que, além de sentir dor, o tratamento pode ser mais invasivo. Portanto, o recomendado é manter um acompanhamento regular, com consultas a cada seis meses.


O principal motivo que impede as pessoas de irem ao dentista é o medo de sentir dor. No entanto, a verdade é que o fato de não ir ao dentista é o que causa a dor e outros problemas bucais.


A ideia de ir ao dentista, pelo menos a cada seis meses, é fazer um check-up da saúde bucal e garantir que o sorriso esteja saudável. É importante lembrar que, mesmo que o dentista seja especialista em saúde bucal, ele pode identificar sintomas de outras doenças, como HPV, diabetes, osteoporose e câncer. Nesses casos, ele vai encaminhar para um médico especializado.

 

Higiene bucal em dia


Além de ir ao dentista regularmente, é importante manter uma correta higienização dos dentes e gengivas. O processo deve ser composto de escovação feita com escova de dente macia e pasta de dente, uso de fio dental e enxaguante bucal. A escovação deve ser feita três vezes ao dia, no mínimo.


Mesmo assim, o tártaro e a placa bacteriana só são eliminados em uma profilaxia, que é a limpeza feita em um consultório odontológico. O profissional vai usar equipamentos e produtos adequados, que limpam de forma mais profunda.

 

Principais problemas de saúde bucal


De acordo com especialistas, é importante que os momentos de escovação dos dentes não sejam automáticos. Essa é uma excelente oportunidade para você cuidar bem da saúde bucal e observar se existem lesões (manchas, caroços, inchaços, placas esbranquiçadas ou avermelhadas, feridas), principalmente na língua, bochechas, lábios, céu da boca, embaixo da língua ou na garganta.


As lesões bucais mais comuns são feridas provocadas por próteses removíveis (dentaduras), aftas, herpes labial e inflamações da gengiva. Todas essas são benignas, mas, em alguns casos, o câncer pode ocorrer na boca. Portanto, vale ter atenção e, ao menor sinal de que algo não vai bem, procurar um dentista.


Foto: (Reprodução) /Cartão do Dr. Murilo Diniz e Castro


O Folha de Catalão recomendamos  


Dr. Murilo Diniz de Castro


"Cirurgião Dentista", "Clínico Geral", "Clareamento Dental", "Extração", "Limpeza", "Prótese Total e Parcial" e "Tratamento de Canal".


Endereço: Rua Cristiano Aires, 788, Bairro Nossa Sra. de Fátima - Catalão - Goiás.


Telefone para agendamento: [64] 9 9217-7570



Saiba mais sobre os principais problemas de saúde bucal:


· Cárie


É a desintegração do dente provocada pela higiene inadequada, ingestão de doces e carboidratos ou, ainda, por complicações de outras doenças que diminuem a quantidade de saliva na boca — idosos e pessoas em tratamento quimioterápico ou radioterápico para o câncer costumam sofrer muito com isso.


· Mau hálito


Tem várias causas, dentre elas higiene bucal inadequada (falta de escovação, escovação mal feita e/ou falta do uso do fio dental), gengivite, ingestão de certos alimentos (como alho ou cebola), uso de tabaco e/ou produtos alcoólicos, boca seca (causada por certos medicamentos, distúrbios ou menor produção de saliva durante o sono) e até doenças sistêmicas como câncer, diabetes, problemas no fígado e nos rins.


· Gengivite


É a inflamação da gengiva provocada pela placa bacteriana, que é o conjunto de bactérias que colonizam a cavidade bucal. A placa bacteriana se fixa principalmente nas regiões de difícil limpeza, como no espaço entre a gengiva e os dentes ou na superfície dos dentes de trás, provocando cáries e formação de tártaro (que é quando a placa fica endurecida).

 

 

 

Fonte: Dental Arte/Sciath

Foto: Folha de Catalão

Dentista: Dr. Murilo Diniz de Castro

 

Esta matéria é em oferecimento de:

 


FOLHA DE CATALÃO – A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA!


Foto: (Reprodução) /Investir em ferramentas que auxiliem os colaboradores é essencial para o negócio (Luísa Melo/Exame.com/Reprodução)  


★ Ferramenta que tem crescido no mercado tem como objetivo incentivar e das ânimo aos colaboradores...



Garantir o engajamento das equipes em atividades internas é sempre um desafio para as empresas e por se tratar de um fator de grande importância para o desenvolvimento dos colaboradores e realização dos objetivos gerais das organizações, é imprescindível investir em ferramentas que auxiliem a resolver essa questão. A gamificação é uma ferramenta que tem crescido no mercado como uma forma de incentivar e dar ânimo aos colaboradores.


O que é gamificação?


Gamificação tem origem da palavra “game” (jogo) e tem como proposta o “aprender brincando”. A metodologia consiste basicamente em transformar situações comuns e cotidianas em um tipo de jogo, implantando sistemas de pontuação e de competição entre os colaboradores com a finalidade principal de motivar o engajamento interno.


Com a implementação dessa metodologia, o aumento do engajamento interno acontece de forma natural uma vez que a competição envolve o colaborador de forma emocional. Ou seja, ele entende onde precisa chegar, o que precisa fazer para chegar lá e quais as etapas necessárias até alcançar o objetivo.


Além de melhorar o engajamento, a Gamificação pode ser usada para diversas finalidades dentro de uma organização, como por exemplo:


Produtividade


A partir de ferramentas como o Universo do Tempo da Pontomais, em que a ideia é que os colaboradores passem a registrar com maior precisão os pontos de trabalho, a gamificação pode levar a um aumento da produtividade. Dessa forma, os gestores e responsáveis pelas áreas conseguem ter uma visão mais sistêmica do comprometimento e motivação de cada colaborador.


Foco


O foco na gamificação é uma consequência das etapas criadas dentro desse universo. Se o objetivo final interessar aos colaboradores e os passos para alcançar esse objetivo estiverem claros, eles tendem a se concentrar no processo até que a finalidade seja alcançada, mantendo-se mais focados nas atividades propostas.


Determinação


A determinação está diretamente ligada à motivação dos colaboradores de fazerem aquele objetivo final acontecer, seja ele a finalização de um projeto ou uma meta geral em que é necessária a participação constante de todos.


Ao ter uma estrutura como a da gamificação, em que é possível ver todas as pontas do jogo (etapas — objetivo — recompensas), é mais fácil manter a equipe ativa e determinada a finalizar aquele escopo de atividades.


Autoavaliação e acompanhamento de desempenho


Por se tratar de uma ferramenta baseada em etapas, ou fases de um jogo, a Gamificação também facilita a visualização de desempenho, já que é possível mensurar as entregas de acordo com as etapas superadas. Além disso, também é um exercício onde o colaborador é capaz de auto avaliar o próprio desempenho e buscar formas de melhorar.


Gamificação é diferente de jogo?


Por mais que a gamificação tenha a derivação de uma estrutura de brincadeira, competição e jogos, a sua intenção é outra. Enquanto um jogo possui o objetivo único de entreter, a gamificação aplica mecânicas à realidade dos participantes, envolvendo objetivos diferentes.


E quando aplicada a realidade empresarial, esses objetivos podem estar diretamente ligados ao desempenho individual de cada colaborador.


Tipos de Gamificação


 Apesar de ser uma tendência que cresceu no meio digital, principalmente por conta dos novos modelos de trabalho a distância, a gamificação pode ser tanto digital quanto analógica.


A Gamificação Analógica acontece fora dos dispositivos eletrônicos e utiliza materiais físicos para acontecer. Muito similar aos jogos de tabuleiro, cartas e dinâmicas presenciais que contenham essa ideia de jogo como plano de fundo, esse modelo de Gamificação só pode ser realizado presencialmente e costuma ser mais utilizado para atividades de aprendizado ou de tomada de decisões básicas dentro das organizações, como por exemplo votar a importância e/ou prioridade das atividades do mês/semana.


Já a Gamificação Digital traz um universo online que possibilita a participação de colaboradores remotamente, o que aumenta em quatro vezes a participação dos mesmos e acelera o processo de aprendizagem. Para a implementação desse modelo é necessário fazer uso de ferramentas digitais e plataformas que possuem uma infraestrutura pronta para o uso ou, para empresas que possuem o desejo de uma interface própria, o desenvolvimento de um ambiente digital próprio.


*Bruno Favari é gerente de Desenvolvimento na Pontomais


Fonte: Exame

 

Esta matéria é em oferecimento de:

 


FOLHA DE CATALÃO – A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA!

Foto: (Reprodução) /Sine Araguari MG  

Vagas SINE Araguari-25/10/2021




  • Açougueiro-Experiência na CTPS com Balcão e Desossa-Salário: R$1.800,00.
  • Ajudante de Eletricista-Experiência na Área-Salário: R$1.237,93.
  • Ajudante de Obras- Vaga Exclusiva para PCD(Pessoa com Deficiência)-Salário: R$1.238,00
  • Ajudante de Obras- Vaga Exclusiva para PCD(Pessoa com Deficiência)-Salário: R$1.230,00
  • Analista Administrativo- Experiência na CTPS, Ensino Superior em Administração de Empresa ou Áreas Correlatas- Salário: R$2.000,00.
  • Auxiliar Administrativo- Experiência na CTPS, CNH”B”- Salário: R$1.238,00.
  • Auxiliar de Almoxarifado-Experiência Comprovada na CTPS- Salário: R$1.345,00.
  • Auxiliar de Escritório-Experiência na CTPS, Vaga Exclusiva Para PCD(Pessoa com Deficiência)-Salário: R$1.200,00.
  • Auxiliar de Expedição-Experiência Comprovada na CTPS, Windows, Excel, Word- Salário: R$1.188,00.
  • Auxiliar de Linha de Produção-Vaga Exclusiva Para PCD(Pessoa com Deficiência)-Salário: R$1.165,00.



Publicidade:
HD Samsung, clique na imagem e compre com segurança;.;





  • Auxiliar de Linha de Produção- Disponibilidade de Horário- Salário: R$1.100,00.
  • Auxiliar de Linha de Produção-Experiência na CTPS- Salário: R$1.100,00.
  • Auxiliar de Pizzaiolo- Experiência em Preparo de Pizzas, Atendimento ao Cliente-Salário: R$1.500,00.
  • Babá-Experiência na CTPS, Referência, Trabalhar das 18:30 às 22:30-Salário:R$550,00.
  • Banhista de Animais Domésticos- Experiência na Área, CNH”A”-Salário: R$1.100,00.
  • Borracheiro-Experiência na CTPS, Desempeno de Rodas, Alinhamento e Balanceamento-Salário: R$1.183,60.
  • Controlador de Qualidade- Trabalhar como Monitor de Rastreabilidade, Disponibilidade de Horário- Salário: R$1.429,00.
  • Coordenador Administrativo- Experiência em Rotinas Administrativas- Salário: R$2.500,00.
  • Costureira em Geral-Experiência Comprovada Em Costura de Camisaria-Salário: R$1.500,00.
  • Costureira em Geral-Experiência em Cortinas, Almofadas e Colchas em Geral-Salário: R$1.180,00.



Publicidade:
Kit Teclado + Mouse Gamer, clique na imagem e compre com segurança;.;





  • Costureira em Geral-Experiência Comprovada na CTPS, Moda Feminina- Salário: R$1.219,00.
  • Desossador - Experiência na CTPS, Disponibilidade Para Trabalhar em Outra Cidade-Salário: R$1.903,00.
  • Eletricista-Experiência na CTPS, Elétrica Industrial- Salário: R$2.000,00.
  • Eletricista-Experiência na CTPS, Manutenção em Balança de Pesagem Rodoviária, CNH”B”- Salário: R$1.700,00.
  • Eletricista de Instalações de Veículos Automotores-Experiência em Parte Elétrica de Ônibus, Disponibilidade de Horário, CNH’B”- Salário: R$2.028.59.
  • Eletricista de Manutenção em Geral-Experiência Comprovada na CTPS, Disponibilidade Para Viajar, Curso NR-10- Salário: R$2.494,80.
  • Empregado Doméstico- Experiência na CTPS- Salário: R$1.100,00.
  • Empregado Doméstico- Experiência na CTPS- Salário: R$1.100,00.
  • Empregado Doméstico Arrumador- Experiência Comprovada na CTPS- Salário: R$1.100,00.
  • Estoquista-Experiência na CTPS, Disponibilidade de Horário- Salário: R$1.500,00.



Publicidade:
Repetidor WIFI, clique na imagem e compre com segurança;.;





  • Garçom-Experiência na CTPS- Salário: R$1.250,00.
  • Gerente Comercial- Experiência na CTPS- Salário: R$1.600,00.
  • Gerente Comercial- Experiência na CTPS, CNH”B”-Salário: R$2.500,00.
  • Mecânico de Manutenção de Automóveis-Experiência em Alinhamento e Balanceamento de Rodas, Manutenção em Geral-Salário: R$1.183,60.
  • Mecânico de Manutenção de Máquina Industrial-Experiência Comprovada na CTPS, Curso de Mecânica Industrial-Salário: R$2.000,00.
  • Motorista de Ônibus Urbano- Experiência Comprovada na CTPS, CNH”D”-Salário: R$1.935,00.
  • Operador de Escavadeira-Experiência na CTPS, CNH”E”-Salário: R$2.040,17.
  • Operador de Patrola - Experiência na CTPS, CNH”E”-Salário: R$1.240,17.
  • Operador de Tratores Diversos- Experiência em Trator com Grade, CNH”E” - Salário: R$1.819,55.
  • Padeiro- Experiência Comprovada na CTPS- Salário: R$1.600,00.



Publicidade:
Webcam Full HD 1080p, clique na imagem e compre com segurança;.;





  • Pedreiro de Acabamento- Experiência Comprovada n CTPS, Serviço de Acabamento-Salário: R$1.460,43.
  • Pizzaiolo - Experiência Comprovada na CTPS- Salário: R$1.500,00.
  • Repositor - Em Supermercados-Experiência na CTPS, CNH”A”-Salário: R$1.183,63.
  • Técnico de Segurança do Trabalho-Experiência na CTPS, Curso Registrado no SESMT- Salário: R$1.600,00.
  • Técnico em Segurança do Trabalho-Experiência Comprovada na CTPS em Obras, CNH”B”-Salário: R$3.500,00.
  • Trabalhador Agrícola Polivalente-Experiência Comprovada na CTPS em Fazenda de Café, Veículo Próprio, CNH ”B”, Trabalhar e Morar na Fazenda-Salário: R$2.000,00.
  • Trabalhador de Pecuária Polivalente-Salário: R$1.500,00.
  • Trabalhador no Cultivo de Plantas Ornamentais- Experiência na Área- Salário: R$1.400,00.
  • Vaqueiro- Experiência na CTPS, Serviços Gerais da Fazenda- Salário: R$1.500,00.
  • Vaqueiro- Serviços Gerais da Fazenda, Ordenha, Região do Porto Barreiro- Salário: R$1.600,00.



Publicidade:
Suporte para SmartPhones, clique na imagem e compre com segurança;.;





  • Vendedor Interno- Experiência na CTPS, Vendas de Peças Automotivas- Salário: R$1.298,00.
  • Vendedor Interno- Experiência na CTPS, CNH”A”-Salário: R$1.180,00.
  • Vendedor Interno- Experiência na CTPS, Informática Básica- Salário: R$1.224,16.
  • Vendedor Interno- Experiência na CTPS, Trabalhar Meio Período-Salário: R$550,00.
  • Vendedor Porta a Porta-Experiência na CTPS, Venda de Plano Médico, Laudo_ Salário: R$1.500,00.
  • Vendedor Pracista- Experiência Comprovada na CTPS, Informática Básica CNH “B”- Salário: R$1.100,00.



Publicidade:
Câmera Robo 360º, clique na imagem e compre com segurança;.;





Os candidatos devem comparecer ao SINE portando a carteira de trabalho, RG e CPF.

As vagas estão sujeitas à alterações. Para mais informações consulte nos guichês de atendimento.




Fonte: Sine Araguari

 

Esta matéria é em oferecimento de:

 


FOLHA DE CATALÃO – A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget