https://imgur.com/0ZTOVvd.gif

★ RIO DE JANEIRO - Marido de MC Marcelly é preso por mantê-la em cárcere privado

Foto: (Reprodução) 

Cantora sofreu agressão e foi mantida em cárcere no apartamento onde morava com empresário, na zona norte da cidade...


A Polícia Militar resgatou na tarde deste domingo (2) a cantora MC Marcelly, de 29 anos. Ela estava sendo mantida em cárcere privado pelo marido no apartamento onde moram, no Engenho de Dentro, zona norte do Rio.


Depois de receberem fotos de agressões enviadas pela cunhada da funkeira, Cristina Gomes, os agentes se encaminharam até o local. Segundo informações da PM, os policiais tiveram que arrombar a porta depois de chamarem por 50 minutos.


Foto: (Reprodução) 

O casal foi achado no quarto. Quando questionada sobre as agressões sofridas, Marcelly chorava e tremia. Ela confirmou a violência. Então eles foram levados para a 21ª DP (Bonsucesso), onde a prisão do companheiro da vítima prosseguiu.

Francimar Jorge Cavalcante, conhecido como Frank Cavalcante, era casado com a cantora há 13 anos, além de atuar como seu empresário.

De acordo com a Polícia Civil, o irmão da cantora relatou que recebeu uma ligação da artista, falando o que estava acontencendo. Depois disso, ele afirmou não ter conseguido mais contato com ela, quando resolveu acionar a polícia.
Em depoimento, Marcelly contou que sofreu agressões de Frank em meados de abril e rompeu o relacionamento. No dia 27 de abril, ainda segundo a MC, ele a convenceu a voltar para casa e a levou em uma viagem contra sua vontade e sem acesso ao próprio celular. Ao retornarem, no último sábado (1º), a cantora continuou mantida em cárcere privado. No dia seguinte, ela conseguiu usar o aparelho celular, quando ligou para o irmão.

Na participação no reality Power Couple, da Record TV, em 2017, Frank ficou conhecido como uma pessoa controladora. Em meio à polêmica relação do casal, ele chegou a chamar Marcelly de gorda e burra. Nas redes sociais da MC, todas as publicações foram apagadas.
Foto: (Reprodução) 

Preso em flagrante, Frank responde por cárcere privado. Ele já tinha passagens pela polícia por desacato e desobediência.

Violência contra mulher

O MMFDH (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) divulgou um balanço de sobre violência contra a mulher no Brasil, no início do mês de março. Pelos registros recebidos da Central de Atendimento à Mulher (180) e Disque 100, dos Direitos Humanos, foram 105.671 denúncias desse tipo de violência em 2020.

Deste total, 72% (75.753) são referentes à violência doméstica e familiar contra a mulher, segundo relatório. O restante das 29.919 denúncias podem ser incluídos como violação de direitos civis e políticos, como cárcere privado.
Segundo o Tribunal da Justiça, os indíces de violência contra a mulher cresceram em 60% nos dois primeiros meses de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado. Este número é o pior desde 2015.

Denuncie

Qualquer pessoa pode fazer uma denúncia pelos Disque 100 e 180, que funcionam 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados. Os serviços são gratuitos e encaminham os casos aos órgãos competentes.

Desde outubro do ano passado, qualquer denúncia pode ser feita via WhatsApp do Dique 100, o número (61) 99656-5008. Após resposta automática, a equipe da central única dos serviços prestará atendimento. O serviço também está disponível pelo aplicativo Telegram.

A pasta ainda disponibiliza o aplicativo Direitos Humanos Brasil, basta baixar a ferramenta no celular e realizar o cadastro que pede o nome completo e o CPF do usuário.

Segue vídeo da matéria: 

Vídeo: (Reprodução) 


Fonte: R7 Notícias 

Esta matéria é em oferecimento de:




FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA

Tags

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget