https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ RETROSPECTIVA 2020 - Coronavírus em Goiás: repatriados da China, vidas perdidas, isolamento e lives na retrospectiva 2020

Foto: (Reprodução)

Entre a tristeza pela perda de mais de 6,7 mil pessoas e a esperança com história inspiradoras, o G1 Goiás lembra os principais fatos deste ano relacionados à Covid-19 no estado...


Assim como em todo mundo, a pandemia de coronavírus foi o principal assunto do ano em Goiás. O estado teve seus primeiros casos confirmados em março, mas atraiu os holofotes para a Covid-19 ainda no mês anterior. A Base Aérea de Anápolis, a 55 km de Goiânia, foi escolhida para receber os brasileiros repatriados de Whuan, na China, epicentro do surto naquela ocasião.  


Esses e outros fatos estão nesta retrospectiva feita pelo G1 sobre as consequências em Goiás da pandemia. Mês a mês, um resumo do que aconteceu de mais importante sobre o assunto no estado.  


Em meio às mortes - atualmente mais de 6,7 mil - de famosos e anônimos, fechamento do comércio, medidas de isolamento e cancelamentos de grandes eventos, a pandemia impôs mudanças. O setor artístico, por exemplo, inovou e passou a realizar "lives", que são shows transmitidos ao vivo pela internet, gerando milhões de visualizações.


Janeiro 


Em janeiro, o coronavírus ainda era uma ameaça silenciosa e parecia uma realidade distante de Goiás, do Brasil e de boa parte do mundo. Ainda no fim de 2019, a Organização Mundial da Saúde emitiu um alerta sobre uma "misteriosa pneumonia" na China. 


A primeira morte confirmada ocorreu em 9 de janeiro, em Whuan. A vítima era um idoso de 61 anos. No final do mês, os casos começaram a crescer de forma descontrolada, chamando atenção das autoridades.


Fevereiro


Foto: (Reprodução)

No início de fevereiro, quando o coronavírus já causava medo e incertezas, um apelo de brasileiros residentes em Wuhan - epicentro do surto - fez com que o governo federal anunciasse uma operação para trazê-los de volta ao Brasil. No dia 4, a Base Aérea de Anápolis foi escolhida para recebê-los para um isolamento de 18 dias.  


O local foi preparado exclusivamente para receber o grupo, composto por 34 passageiros e 24 integrantes da equipe de apoio. Os dois aviões vindos da China pousaram em Anápolis no dia 9 de fevereiro. No período em que estiveram no complexo, nenhum deles testou positivo.  


No dia 27, o Ministério da Saúde informou que investigava três casos suspeitos no estado.  


Março


Foto: (Reprodução) 


No dia 12, o governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou os três primeiros casos confirmados de coronavírus em Goiás. Quatorze dias depois, houve a primeira morte pela contaminação, uma idosa de 66 anos que morava em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.  


No intervalo entre a confirmação dos casos e a primeira morte, no dia 15 de março, as aulas presenciais foram suspensas. Lojas, bares e boates também fecharam. A tradicional Pecuária de Goiânia foi cancelada. Naquela altura, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já havia declarado pandemia.  


Principais cidades turísticas do estado, Caldas Novas e Pirenópolis proibiram atividades e fecharam acessos a clubes e cachoeiras. Vários outros municípios bloquearam os acessos como forma de evitar a disseminação do vírus.  


Sem os shows, a classe artística precisou se reinventar. O cantor Gusttavo Lima teve a ideia de realizar uma live que teve cerca de 10 milhões de visualizações durante as cinco horas de apresentação.  


Abril


Foto: (Reprodução) 


Na esteira da nova forma de apresentação, Jorge e Mateus também fizeram uma live assistida por 3 milhões de pessoas simultaneamente. O sucesso se repetiu com a live da cantora Marília Mendonça, que inovou e fez questão de colocar intérpretes de libras. O vídeo do show dela já possuía, até 27 de dezembro, mais de 55 milhões de visualizações.

Por outro lado, em abril, anunciaram que a Romaria do Divino Pai Eterno, maior festa religiosa de Goiás, realizada em Trindade, tinha sido cancelada por causa da pandemia.  

Maio 

Foto: (Reprodução)  


Apesar do aumento dos casos de coronavírus, boa parte da população começou a ignorar o perigo. Uma pesquisa feita na época constatou que Goiás tinha o menor índice de isolamento de todo o país, com apenas 37,44% das pessoas obedecendo às restrições e ficando dentro de casa.  


Os profissionais de saúde, que precisavam trabalhar para atender aos doentes, batiam insistentemente neste ponto, reforçando a necessidade de isolamento. Alguns acabaram sendo vítimas do mal que tanto combatiam, como o médio Emivaldo Martins, de 63 anos. Dias antes de morrer, ele havia feito uma foto com colegas pedindo, justamente, que as pessoas evitassem sair de casa desnecessariamente.  


Junho


Foto: (Reprodução)


À medida que a pandemia avançava, a estrutura de atendimento médico precisava aumentar. O presidente Jair Bolsonaro inaugurou em Goiás o primeiro hospital de campanha federal. Ao chegar para o evento, levou um tombo logo após descer do helicóptero.  

Os apelos para manter o isolamento vinham de todos os lados. Desde uma médica que viralizou na internet ao postar "continue dando festa que eu te vejo no meu plantão" até um idoso que pichou a casa avisando que não queria visitas para preservar a mãe, de 87 anos.  

Mesmo assim, havia quem queria desafiar o risco de ser infectado pelo coronavírus. Em Caldas Novas, a polícia precisou encerrar uma festa que teve até show do sertanejo Bruno, da dupla com Marrone. A influenciadora digital Lisa Paulino viralizou nas redes sociais após ser questionada sobre ir a uma festa em plena pandemia e responder que "não conhecia ninguém" que tivesse sido infectado. Depois da repercussão e da perda de vários contratos, ela gravou um vídeo pedindo desculpas.  

No final de junho, após meses de comércio fechado, a Prefeitura de Goiânia liberou a reabertura de shoppings e do comércio varejista, ainda que com algumas mudanças, assim como a Região da 44.  

Julho  

Foto: (Reprodução)

Julho foi marcado por notícias sobre perdas dolorosas em famílias, como a mãe que morreu de Covid-19 antes mesmo de conhecer a filha bebê e o caso do ex-vice-prefeito de Cristalina, do filho e da sogra dele, que perderam a luta contra a doença num intervalo de três dias.  


Enquanto um vereador foi filmado com várias pessoas em uma festa junina gritando "viva o coronavírus", a pequena Beatriz Cottini, de 7 anos, encantou com sua pureza e cuidado para evitar a Covid-19. A menina, que tem síndrome de Down, pôde abraçar os pais depois que eles ficaram 20 dias afastados por causa da doença. Antes, perguntou para se certificar da cura: "É verdade?".  


Agosto


Foto: (Reprodução) 


Durante boa parte do mês, os brasileiros acompanharam a saga do sertanejo Cauan, da dupla com Cleber, contra a doença. Ele foi internado e três dias depois foi levado para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital de Goiânia. Chegou a ficar com 70% das funções pulmonares comprometidas, mas conseguiu se curar. Os pais e um dos irmãos também foram acometidos pela doença.  


Também em agosto, a professora Camila Graciano, de 31 anos, grávida de 8 meses, morreu em Anápolis por causa da Covid-19. O bebê nasceu após um parto induzido e sobreviveu. A família acredita que ela tenha sido infectada durante um chá de fraldas realizado para ela por colegas de trabalho.


Setembro


Foto: (Reprodução) 

A pandemia obrigou a Prefeitura de Goiânia a cancelar o tradicional desfile cívico do feriado de 7 de setembro, que costumava reunir cerca de 10 mil pessoas.  


Ao longo do mês, profissionais da segurança pública e da saúde perderam a batalha para a doença: os policiais militares Hrillner Braga Ananias, tenente-coronel, e Cláudia Pereira Barbosa de Oliveira, sargento, além do pneumologista Cristovam Guilherme Nunes de Alvarenga Filho.  


Outubro


Foto: (Reprodução) 

O então candidato a prefeito de Goiânia - posteriormente eleito - Maguito Vilela (MDB) começava a travar uma luta pela vida e contra a Covid-19. Após testar positivo para a doença, ainda na campanha, viu seu quadro piorar. Foi para a UTI, teve de ser transferido para São Paulo e segue sedado desde então.


Ainda em outubro, quase 30 escolas particulares conseguiram na Justiça o direito de reabrir as portas para aulas presenciais, desde que obedecessem a uma série de regras.  


Novembro


Foto: (Reprodução) 


Alguns políticos do interior do estado acabaram morrendo por conta do coronavírus. Perderam a vida 

  • o prefeito de Jussara, Wilson Santos; 
  • o prefeito eleito de Itaguaru, Didi Filgueira - um dia após a eleição; 
  • e o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Sebastião Viana.  


O governo estadual liberou a volta das aulas presenciais nas escolas públicas. O retorno, entretanto, não ocorreu em 2020, pois depende do aval da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), que não autorizou a retomada.  


Dezembro


Foto: (Reprodução) 

O ano chega ao fim com a esperança de que a vacinação contra a Covid-19 possa ocorrer o quanto antes. Alguns imunizantes, como o da Pfizer, já estão sendo utilizado em alguns países, mas ainda não obtiveram autorização no Brasil. O secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, diz que pretender vacinar metade da população em 2021.  


Enquanto aguarda, a população vê um embate do governador Ronaldo Caiado com governador de São Paulo, João Dória (PSDB). O democrata disse que o fato de o tucano estipular um prazo para a vacinação é uma "atitude mesquinha". Caiado afirmou ainda que não comprará vacinas contra Covid-19 por conta própria e vai seguir calendário do Ministério da Saúde.  


Para fechar 2020, uma história inspiradora: o professor Marcos Araújo se curou da Covid-19 após ser tratado por um médico a quem concedeu uma bolsa de estudos, vários anos antes, em Goiânia. Wallace Pinheiro disse que o ato foi uma forma de agradecê-lo pela oportunidade dada e também cumprir uma promessa: salvar vidas.



Fonte: G1 Goiás  


Esta matéria é em oferecimento de:




FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA








 



  


 

Tags

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget