https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ NOSSAS HISTÓRIAS, NOSSA CATALÃO - O Príncipe da Música Catalana.

Foto: (Reprodução)

Os catalanos conhecem a Rua Frederico Campos. Poucos, entretanto, sabem da importância do maestro no universo musical e na história de Catalão...

Em Catalão viveu um homem que tocava piano, órgão, acordeon, clarineta, piston, bandolim, violão, viola, violoncelo, flauta transversal e requinta. 


Na época do cinema mudo, fazia a trilha sonora dos filmes apresentados no Cine 

"O Guarani",
de propriedade do Sr. Marcílio Aires, acompanhado de um seleto grupo musical. 


Vídeo: (Reprodução) /https://youtu.be/STr7vHgWQWk


Em 1959, compôs a bela música do Hino de Catalão, em homenagem ao centenário da cidade. 


Foto: (Reprodução) /O maestro Frederico Campos


Seu nome era Frederico Campos, um nome que engrandece Catalão no universo musical goiano e brasileiro. Foram inúmeros os hinos, modinhas e canções populares de sua autoria, feitos por encomenda, que sequer conservou uma cópia da obra consigo.  


No entanto, as poucas composições impressas de Frederico Campos, principalmente tangos, boleros e valsas, continuam sendo executados por orquestras no Rio de Janeiro e São Paulo. 


Frederico Campos era mineiro, mas abraçou Catalão como sua terra natal.  


Em janeiro de 1885, filho de José da Silva Campos e de Joaquina Lina de Campos, nasceu para a vida e para a música. 

  • Aos 7 anos revelava o pendor musical, começando seu aprendizado em São Gotardo-MG. 
  • Aos 18 anos já tinha uma escola de música, regia uma banda em São Sebastião do Salitre e outra em Formiga, também em Minas Gerais. 


Seu irmão, brilhante advogado em Catalão, Dr. Randolfo Campos, trouxe toda a família para cá. Assim, Frederico Campos chegou em Catalão, com 20 anos de idade, juntamente com os pais. Começou a trabalhar no escritório do irmão, mas se dedicava, ao mesmo tempo, no exercício e especialização musical.  


O jovem musicista era, de fato, um clássico. Compunha canções e transportava para as notas toda e qualquer harmonia. Ao mesmo tempo, lecionava variados instrumentos em aulas particulares, tendo sempre um grande número de alunos.  


Frederico Campos esteve à frente de todo acontecimento musical em Catalão. Organizava shows no cinema local, nos colégios e em residências particulares. 


Foto: (Reprodução) /Antigo Colégio Mãe de Deus  onde o maestro se apresentava.


As festas, formaturas ou peças teatrais realizadas no Colégio Mãe de Deus contavam sempre com a sua organização e regência. Sem deixar de mencionar as noitadas ao som de serestas e a sua banda que empolgava a comunidade catalana.  


Algumas músicas de sua autoria foram impressas e executadas em nível nacional. Como, por exemplo, 


os tangos 

  • "Del Prete" 
  • e "Sue Caroll", 

as valsas 

  • "Georgina", 
  • "Ana Maria" 
  • e "Adélia", 

o bolero 

  • "Beatriz", 

o samba 



  • "Requebra Divino" 

e a marchinha 

  • "Lamartine". 

Foto: (Reprodução) /Maria Antonieta e Aguinaldo  Campos Netto


Em 1959, no centenário de Catalão, aos 74 anos de idade, compôs o empolgante hino da cidade. A letra ficou por conta do ilustre professor Aguinaldo de Campos Netto.  


Foto: Folha de Catalão


Os catalanos conhecem a Rua Frederico Campos. Poucos, entretanto, sabem da importância do maestro no universo musical e na história de Catalão.  

(Luís Estevam)


Fonte: Luís Estevam  (Academia Catalana de  Letras)


Esta matéria é em oferecimento de:



FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA




  

Tags

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget