https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ NERÓPOLIS_GOIÁS - Homem atropelou a ex-mulher e o irmão dela porque não aceitava fim do relacionamento, diz delegado

Foto: (Reprodução)

Câmera de segurança registrou quando as vítimas foram atropeladas, mais de uma vez, em Nerópolis. Mulher, que ficou gravemente ferida, conta que companheiro era ciumento e possessivo: 'Me impedia até de trabalhar'... 

Um homem de 42 anos é suspeito de atropelar a ex-mulher e o irmão dela, em Nerópolis, na região central de Goiás. Segundo a Polícia Civil, Rogério dos Santos Reis tentou matá-los por não aceitar o fim do relacionamento. Um vídeo gravado por câmera de segurança mostra o momento que o carro atropela os dois em uma moto e chega a passar mais de uma vez sobre as vítimas.  


Segundo o delegado André Fernandes, o suspeito, preso na segunda-feira (26), em São Paulo, admitiu o crime, mas disse que não tinha a intenção de matar a companheira e, que na verdade, estava com raiva do cunhado, por ter o desrespeitado dentro de sua casa. 


No entanto, o investigador não acredita na versão apresentada pelo suspeito.  


"No que foi apurado até o momento, ele tem um histórico de ser agressivo e possessivo com a esposa. Ela contou que ele é muito ciumento e, depois de tentar ferir ela com uma tesoura, ela ligou para o irmão pedindo ajuda",
disse o delegado.  


O G1 entrou em contato com a advogada responsável por defender Rogério, por mensagem de texto, às 13h24 desta quarta-feira (28), e aguarda retorno da defesa sobre as acusações.


Foto: (Reprodução)


Após ser interrogado, ele foi encaminhado para o presídio de Goianápolis, onde permanece a disposição da Justiça. Segundo o delegado, o inquérito deve ser concluído na quinta-feira (28), indiciando o suspeito por tentativa de homicídio duplamente qualificado.


Foto: (Reprodução) /Rosileide Pereira Dias ficou gravemente ferida após ser atropelada pelo marido, em Nerópolis, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera


Mulher ficou gravemente ferida 


O caso aconteceu no dia 7 de outubro, por volta das 23h. Rosileide Pereira Dias, que aparece nas imagens junto com o irmão em uma moto, teve vários ferimentos pelo corpo. A dona de casa passou 13 dias internada, sendo cinco deles em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Após receber alta, está se recupera em casa, mas ainda não conseguiu voltar a andar.  


"Tive traumatismo craniano, perfuração nos pulmões, dentes quebrados, além da minha coluna que ficou trincada",
contou. 


Segundo Rosileide, o casamento que durou 22 anos, sempre foi marcado por ciúmes e agressões verbais por parte do marido. Ela conta ainda que no dia do atropelamento, decidiu sair de casa porque ele havia ameaçado ela com uma tesoura.  


"Do nada ele começou a me impedir de trabalhar, de fazer as coisas que eu gostava. Daí nesse dia ele veio pra cima de mim com uma tesoura, mas ela tava sem ponta. Daí ele pegou forte no meu rosto, me jogou no sofá e eu senti a tesoura em mim, mas como tava sem ponta, não perfurou e eu consegui sair",
disse.


O irmão de Rosileide, o mecânico Lenilson Pereira Dias, que conduzia a moto, também ficou ferido. Ele quebrou três costelas e a bacia. 

"Covardia o que ele fez. Um momento de surto dele, não consigo entender",
disse o irmão.



Fonte: G1 Goiás  


Esta matéria é em oferecimento de:





FOLHA DE CATALÃO - A NOTÍCIA DE FORMA DIRETA


Tags
Reações

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget