https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ TECNOLOGIA AUTOMOBILISTICA - Maserati, da Fiat, apresenta o MC20, o seu primeiro supercarro em 15 anos

Foto: Reprodução /Maserati /Divulgação


Maserati MC20: A aerodinâmica do carro foi testada em um túnel de vento na fábrica italiana de carros de corrida Dallara...

A Maserati revelou seu primeiro supercarro em 15 anos na quarta-feira (9). Com a carroceria feita em grande parte de fibra de carbono leve e alumínio, o novo MC20 pode atingir uma velocidade máxima de 323 quilômetros por hora e ir de 0 a 100 em menos de três segundos.  

Os preços do carro começarão em cerca de US$ 210 mil nos EUA.  Diferentemente do último supercarro da marca, o MC12, que custou quase US$ 800.000 e parou de ser produzido em 2005, o novo MC20 foi inteiramente desenvolvido pela Maserati, incluindo seu incomum motor V6 turboalimentado de 630 cavalos.

No motor do MC20, uma vela de ignição aciona a gasolina em uma pequena câmara separada, ligada a cada um dos seis cilindros, em vez de apenas acender o combustível dentro do próprio cilindro, como na maioria dos motores à gasolina. Isso cria uma chama que entra no cilindro por meio de uma série de pequenos orifícios e aquece o restante do combustível e o ar naquele espaço.  

Em seguida, uma outra vela de ignição dentro do cilindro acende o combustível da maneira normal. Dependendo dos requisitos de potência do carro em algum determinado momento, a câmara de pré-ignição pode ser usada ou não.  

O resultado é um motor que, segundo a Maserati, tem uma potência extremamente alta para seu tamanho, mas que pode funcionar de maneira suave e silenciosa durante a condução do dia-a-dia. Um sistema semelhante é usado nos motores de corrida dos carros de Fórmula 1.   

A empresa também planeja lançar uma versão totalmente elétrica do MC20 em 2022. De acordo com Davide Grasso, CEO da Maserati, a ideia vai além: a Maserati planeja oferecer versões a gasolina e elétrica de todos os seus modelos.  

Por muito tempo, todos os motores de automóveis Maserati foram fabricados pela Ferrari, marca que, até 2015, também fazia parte da Fiat Chrysler, como a Maserati. Em tempo: a Ferrari agora é uma empresa separada, mas a holding Exor,  controlada pelos descendentes do fundador da Fiat, Giovanni Agnelli, ainda possui grandes participações na Ferrari e na Fiat Chrysler.   

A Ferrari ainda fabrica motores para a maioria dos carros e SUVs atuais da Maserati. Porém, à medida que modelos novos e completamente redesenhados são introduzidos, espera-se que tenham motores fabricados pela Maserati semelhantes ao do MC20, de acordo com um porta-voz da Maserati.

Foto: Reprodução /Divulgação/Maserati /Traseira do MC20: O automóvel não tem aerofólio óbvio, mas uma ligeira elevação na parte traseira do carro ajuda a mantê-lo rente à pista

O último supercarro da Maserati compartilhou a maior parte de sua engenharia, incluindo o motor, com o supercarro Enzo Ferrari. O motor de 12 cilindros daquele modelo produzia quase a mesma potência do V6 do novo MC20.  Com seu preço muito mais alto e produção estritamente limitada 
– apenas 50 foram fabricados –, 
o modelo anterior, o MC12, pode ser comprado por apenas alguns consumidores. Para se ter uma ideia, em 2018 um MC12 foi vendido em um leilão da RM Sotheby’s por US$ 2,5 milhões. Mesmo que mais mais veloz, o MC20 será relativamente acessível em comparação com o modelo anterior.  

O Maserati MC20 é parte de um plano de longo prazo da Fiat Chrysler para reconstruir a outrora forte reputação de desempenho da Maserati.  

“Foi fundamental para a nossa estratégia iniciar esta nova era com o lançamento de um carro esportivo”, contou Grasso, completando: 
"um carro esportivo que nos levará de volta ao nosso ponto de partida”.  

Novo carro da Lamborghini é tão potente que não deve circular em vias públicas  

A Maserati foi fundada em Bolonha, Itália, em 1914, como fabricante de aeronaves e peças automotivas. Então, em pouco tempo, ela se ramificou para carros de corrida.  

Além de apresentar o supercarro MC20, a Maserati também revelou recentemente versões 
“Trofeo” 
de alto desempenho de seus sedãs, o Ghibli e o Quattroporte. Com motores de 580 cavalos, eles foram anunciados como os sedãs Maserati mais rápidos de todos os tempos.  

O MC20 entrará em produção no final deste ano, mas o carro não estará disponível nos EUA até o outono de 2021.


Fonte: CNN BRASIL Business    


Esta matéria é em oferecimento de:



Folha de Catalão - A notícia de forma direta

Tags
Reações

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget