https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ INSS - Aposentado brasileiro é tratado como otário – e não só na pandemia

Foto: Reprodução /Blog do Datena


Você acha justo, depois de tanto tempo de uma vida honesta, ser visto como um “velho que vai morrer”?...

O aposentado brasileiro é tratado como um otário – e não só na pandemia. É considerado um 
“peso morto”,
 um estorvo ou apenas massa de manobra há muito tempo. A última que observamos foi com a história da Previdência. Disseram que o Brasil ia quebrar se não houvesse a reforma. Sim, ia! Mas depois não fizeram reforma política, não ajustaram as contas, continuaram roubando para caramba… E os bilhões que economizaram já foram gastos por aí.

Agora, o cara chega na porta do INSS porque precisa de atendimento e está tudo fechado. Ele perde a viagem. Claro que o médico tem que exigir condições sanitárias para trabalhar, concordo, mas o INSS não teve tempo para pensar nisso? A entrevista que fizemos aqui com o presidente do instituto não serviu para nada? Não pode o aposentado ficar batendo a cara na porta e não ser atendido!  

Mas seria ridículo eu apenas comentar. Sou idoso e aposentado, mas não vivo a mesma situação da grande maioria das pessoas no Brasil. É por isso que hoje eu quis ouvir meus amigos e minhas amigas ouvintes da Rádio Bandeirantes que estão aposentados ou estão tentando se aposentar.  

O Cidão, por exemplo, contou que tem um pé amputado por causa da diabetes e o outro pé quebrado porque sofreu um acidente nessas ruas sem manutenção de São Paulo. 

“Os governantes querem perseguir os miseráveis. Falta dignidade, consciência, amor a Deus. Pensam só no dinheiro. Somos humilhados diariamente. O povo precisa acordar e perceber que é o verdadeiro dono do país”, disse.  

Já o Jorge, aposentado e deficiente físico, acorda em Guarulhos todo dia às 2h30 para ir trabalhar. 
“É uma covardia o que estão fazendo com os aposentados. Meu pai trabalhou a vida toda como motorista, se aposentou quando fez 65 anos e começou a receber míseros reais. Faleceu ganhando uma mixaria. Aí vem esse senhor ministro Paulo Guedes, que se tornou pedra no sapato do presidente Jair Bolsonaro… No caminho do meu trabalho vejo sempre um senhor com o filho pegando papelão na rua porque está desempregado. É muito triste. Não quero ser pessimista, espero que um dia melhore. Mas é muito difícil.”

E o Francisco? Tem 70 anos de idade e está aposentado. Mesmo assim, também segue trabalhando para conseguir pagar as contas. 
“Trabalho como autônomo com segurança e medicina do trabalho. O que ocorreu na pandemia? Faz 4 meses que não tenho uma chamada para operação. Imagina como estou vivendo? Essa é a situação do aposentado nesse país.”  

Essas pessoas representam um pouco da nossa realidade. Você acha justo trabalhar a vida inteira de maneira honesta e, depois de tanto tempo, ser visto como um 
“velho que vai morrer”? 
Eu não acho.  

Na vida a gente pode perder tudo. Menos a dignidade.


Fonte: Blog do Datena    


Esta matéria é em oferecimento de:




Folha de Catalão - A notícia de forma direta
Tags
Reações

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget