https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ DESCASO DO INSS - Beneficiários do INSS reclamam que não conseguem atendimento por falta de médicos peritos em agências de Goiás

Foto: Reprodução G1 Jornal Anhanguera

Em uma das unidades de Goiânia, apenas um profissional retornou às atividades. Em Rio Verde, portas ficaram fechadas. Apesar de determinação da Justiça, categoria contesta retorno...

 

Mesmo com a decisão da Justiça Federal que determinou o retorno dos médicos peritos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) ao trabalho, a retomada em Goiás tem sido gradual. Na manhã desta sexta-feira (25), só um dos dois peritos de uma agência no Setor Central de Goiânia voltou ao trabalho. No interior do estado, há agências que ainda seguem sem o serviço.  


Com isso, os segurados que tinham consultas marcadas com o perito que não compareceu foram orientados a retornar para casa e reagendar uma nova data para a realização de perícia médica. Só conseguiram ser atendidos aqueles que tinham horário com o médico perito que foi à agência nesta sexta-feira.  


A auxiliar de serviços gerais Vilma Pimenta tenta marcar a perícia há cinco meses. Por causa disso, ela perdeu o benefício que recebia em agosto e não consegue trabalhar por um problema na coluna.  


“Está difícil, viu. Tenho minhas coisas para comprar, as contas para pagar”,
disse Vilma. 


Ela chegou à porta de uma agência em Goiânia antes mesmo do horário de abertura, mas logo foi informada de que teria que remarcar, mais uma vez, o tão aguardado atendimento.  Para um dos beneficiários, o corte do ponto estabelecido na decisão da Justiça Federal não resolveu o problema.


“Só cortar o ponto não é suficiente. Não é justo o servidor trabalhar por 25 anos e, quando vem fazer uma perícia, não ter profissional para fazer o atendimento, nem que seja para negar”,
afirmou.  


Interior de Goiás 


No interior do estado, a situação é ainda pior. Apesar da realização de inspeção nas agências, que liberou o funcionamento delas, muitas ainda não abriram as portas.  Em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, os segurados reclamam da falta de informações.  


“A gente tenta remarcar por telefone e não consegue, aí nós viemos aqui. Chegando aqui, o rapaz deu um número de Whatsapp para a gente tentar falar com eles e ver o que eles fazem pela gente”,
disse a beneficiária Nelcimar Rodrigues.  


Segundo o gerente-geral do INSS em Rio Verde, as agências devem retomar o funcionamento na próxima semana.


Foto: Reprodução /TV Anhanguera /Fila na porta da agência do INSS do Centro de Goiânia, Goiás 


Polêmica sobre retorno 


A determinação do retorno dos médicos peritos do INSS ainda é polêmica entre a categoria. A Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP) chegou a conseguir uma liminar que suspendia a decisão de retorno e do corte do ponto de quem não retornasse ao trabalho.  


No entanto, a Advocacia Geral da União (AGU) recorreu na quarta-feira (23) e conseguiu suspender a liminar que impedia a volta dos peritos às agências do INSS. A decisão foi do desembargador Francisco de Assis Betti, vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, proferida na quinta-feira (24).  


Com isso, todos os médicos peritos do INSS deveriam retornar ao trabalho nas respectivas agências a partir da manhã desta sexta-feira, o que não ocorreu em várias unidades.  


A ANMP diz que as agências do INSS ainda não cumprem as especificações de segurança sanitária. O INSS informou, no entanto, que já fez as vistorias necessárias em todas as salas das agências do estado e disse que elas estão aptas para que os peritos exerçam o trabalho com segurança em meio à pandemia.


Foto: Reprodução /TV Anhanguera /Muitos goianos seguem sem conseguir passar por perícia no INSS, em Goiânia, Goiás



Fonte: G1 Goiás



Esta matéria é em oferecimento de:





Folha de Catalão - A notícia de forma direta


Tags
Reações

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget