https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ BUSINESS - Fusão com a Azul não está descartada, diz presidente da Latam

<
FOTO: DIVULGAÇÃO

O acordo de complementariedade de rotas anunciado nesta terça-feira (16) por Latam e Azul é um reflexo direto da pandemia do coronavírus e uma fusão entre as duas companhias não está descartada...

A avaliação é de Jerome Cadier, presidente da Latam. 
"Se me perguntassem em janeiro se teríamos um codeshare com a Azul, eu certamente diria que não. Esse acordo foi feito em função dessa crise", disse o executivo ao CNN Brasil Business.

Cadier também admitiu que uma fusão com a Azul até pode ocorrer no futuro. Ele explicou que as negociações para uma eventual união das duas empresas são complexas e inviáveis neste momento por causa da crise, enquanto o "codeshare" é bem mais simples.

Segundo uma fonte do setor aéreo ouvida pela reportagem na condição de anonimato, o acordo de "codeshare" é como se as duas empresas estivessem "se conhecendo", mas é um passo relevante que pode se transformar num "casamento".

Nesta terça-feira, Latam e Azul anunciaram o compartilhamento de aeronaves em cerca de 50 rotas. Os clientes poderão marcar as milhas adquiridas nesses voos no programa de milhagem que preferirem. 

A previsão é que o acordo esteja operacional a partir de agosto. O número de voos é pequeno se comparado com as 350 rotas operadas normalmente pelas duas companhias, mas torna-se significativo em função da expressiva redução provocada pela pandemia.

Latam, Azul e Gol chegaram a reduzir em mais de 90% sua malha aérea no início da crise do coronavírus e vêm retomando as rotas gradativamente. Uma normalização só é deve ocorrer no final do ano que vem.

Pelas regras atuais, o acordo de codeshare não precisa de aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), mas o órgão regulador da defesa da concorrência pode pedir explicações se considerar necessário.

Segundo Cadier, as malhas áereas de Latam e Azul são consideradas complementares, o que facilitou o "codeshare". A Azul utiliza aeronaves menores para atender cidades de porte médio do interior e, às vezes, tem preços mais acessíveis. Uma eventual fusão com a Latam reduziria a concorrência.

Latam, Azul e Gol negociam com o BNDES e com bancos privados um pacote de ajuda desde o início da pandemia em março. 

No final de maio, a Latam pediu recuperação judicial nos Estados Unidos. A unidade brasileira não foi incluída no processo.

Fonte: CNNBUSINESS
Tags
Reações

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget