https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ Caiado vai apresentar proposta de cooperação ao Ministério da Saúde.


Governador quer destinar R$ 351 milhões a hospitais de campanha em Goiânia e nove cidades do interior. E avalia emprestar leitos a estados em colapso por causa do Covid-19.

O governo de Goiás estuda emprestar leitos em hospitais goianos a estados cujo sistema de saúde está em colapso. Secretário de Saúde do Estado, Ismael Alexandrino disse que essa possibilidade está sendo avaliada para prestar assistência sem prejudicar ou desassistir os goianos. 

“Se em algum momento a realidade mostrar que todos os goianos estão devidamente assistidos, sem risco de prejuízo assistencial para a população, e algum estado estiver em colapso e Goiás não tiver, como o um dos princípios do SUS [Sistema Único de Saúde] é a universalidade, poderíamos receber pacientes de fora", afirmou. 

Alexandrino destacou que essa medida será tomada no intuito de ajudar os demais estados, mas que a prioridade é a saúde dos goianos. 

"Cuidaremos dos pacientes goianos primeiro. Isso precisa ser garantido", disse Alexandrino. 

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), deverá apresentar a sugestão de cooperação entre estados para esse tipo de suporte em reunião com o Ministério da Saúde (MS), às 15h30 desta quinta-feira (30).

Casos de Covid-19 em Goiás

Alexandrino disse ainda que, apesar de o número de casos coronavírus em Goiás estar em crescimento exponencial, o número de internações tem sido estável.

"Felizmente, as internações têm mantido os mesmos números. Agora, não podemos achar que está muito bom, tudo sob controle, nem abrir mão do isolamento, nem uso da mascara", reforçou.

A SES-GO já confirmou mais de 700 casos da Covid-19, sendo que 27 dessas pessoas morreram até esta quinta-feira. Há mais de 8 mil exames em análise pelo órgão. 

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde em Goiás, havia 56 leitos disponíveis exclusivamente para o tratamento de pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19 até as 12h desta quinta-feira.

Investimentos em hospitais 

Governador Ronaldo Caiado enviou à Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) uma proposta para destinar R$ 351 milhões aos hospitais de campanha na capital e no interior. A medida estaria de acordo com a lei que permite que as verbas sejam reorganizadas durante uma situação de calamidade pública. 

Se aprovado, o projeto destina esse valor à SES-GO para comprar aparelhos e contratação de funcionários a nove hospitais de combate ao coronavírus nas seguintes cidades: Itumbiara, Luziânia, Jataí, Formosa, São Luís de Montes Belos, Águas Lindas de Goiás, Anápolis, Goiânia e Porangatu. 

No Entorno do DF, o Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás está sendo construído pelo Governo Federal. Conforme Caiado, já foram solicitadas as compras de alguns equipamentos para a unidade e aguarda que ela seja passada para administração do estado para que comece os atendimentos.

Fonte: G1 Goiás
Tags
Reações

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget