https://imgur.com/FAV7q7w.gif

★ SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESPORTIVA - STJD denuncia o Flamengo por cantos homofóbicos da torcida em partida contra o Grêmio.

Foto: (Reprodução) /Flamengo é denunciado no STJD por gritos homofóbicos da torcida em partida contra o Grêmio, válida pela Copa do Brasil /NAYRA HALM/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO /Lucas Janone da CNN no Rio de Janeiro  


O caso irá a julgamento na próxima segunda-feira (8)...

 

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD) denunciou, nesta quarta-feira (3), o Flamengo por causa de cantos homofóbicos de sua torcida durante o jogo contra o Grêmio, nas quartas de final da Copa do Brasil, no dia 15 de setembro. O processo será julgado na próxima segunda-feira (8). À CNN, o Flamengo afirmou que não irá se pronunciar.



Publicidade:
Se interessou pelo curso, clique na imagem e acesse o link com segurança e comodidade.




O clube carioca pode ser enquadrado no artigo 243-G, que julga um 


“ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência”.


O rubro-negro pode perder mandos de campo, em campeonatos nacionais, e receber uma multa de até R$ 100 mil. O caso chegou à Procuradoria do STJD após o Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQ apresentar uma 


“notícia de infração”,
 

por meio de imagens divulgadas na internet.


“É preciso considerar o fato de que no estádio havia público de mais de 6,5 mil torcedores da equipe mandante, que delirando com o resultado positivo alcançado na competição e embriagados pela alegria, menosprezavam a equipe adversária com cânticos homofóbicos, hipótese configurada nos parágrafos 1º, 2º e 3º do CBJD”,
 


destaca um trecho do processo contra o clube.


Arbitragem também foi denunciada


O quarteto de arbitragem do jogo também será julgado na próxima segunda-feira (8). O árbitro Rodolpho Toski, os assistentes Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos, e o quarto árbitro Lucas Paulo Torezin foram enquadrados em artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva por não terem relatado o fato na súmula após a partida.


As penas variam de suspensão de 15 a 360 dias, além de pagamento de multa.

  

 #copadobrasil  #flamengo(time)  #gremio



Fonte: CNN BRASIL 

 

Esta matéria é em oferecimento de:

 


 

Jean Machado

Engenheiro de Produção. Experiente na indústria Automobilística no setor de BodyShop. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.

Tags

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget