https://imgur.com/ZIwdItP.gif

★ GOIÂNIA - Mãe pede ajuda para tratamento de hérnia do filho com hidrocefalia que tem 4 anos e pesa só 5 kg, em Goiânia

Davi e a mãe, Núbia Gonzaga, em Goiânia, Goiás — Foto: Arquivo pessoal/Núbia Cristina Gonzaga


Núbia Cristina Gonzaga diz que menino está com dor e febre, mas teme leva-lo a um hospital por causa da Covid-19. Ela depende de transporte coletivo, e o filho não consegue usar máscara. SMS informou que cirurgias eletivas estão suspensas em razão da pandemia...


As dificuldades na vida de Davi Gonzaga Moura, de 4 anos, existem desde quando ele era bebê e foi diagnosticado com hidrocefalia. Segundo a mãe, Núbia Cristina Gonzaga, de 39 anos, o filho, que também possui má formação óssea, está com uma hérnia inflamada, que tem causado febre e muita dor. Por causa da pandemia de coronavírus, a realização da cirurgia está suspensa, e Núbia também não consegue leva-lo ao médico.

“A gente anda de ônibus, e por causa dessa epidemia, eu tenho medo de sair com ele assim. Sem falar que ele não aceita a máscara no rosto, ele não para com a máscara, então não consigo leva-lo ao hospital”, conta.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), há uma 
“autorização de cirurgia eletiva de Hérnia Inguinal encaminhada para a Santa Casa de Misericórdia desde 31/03/2017”, e que compete à Santa Casa “o agendamento e a execução do procedimento”. Informou ainda que, em razão da pandemia, foi publicada uma portaria que “suspende a realização de procedimentos eletivos”, dentre eles a realização de cirurgias eletivas.
A família mora no Setor Finsocial, em Goiânia. A dona de casa acredita que o ideal, neste momento, seria conseguir atendimento médico para Davi em casa, para evitar que ele seja exposto ao vírus. Ela conta que o menino espera pela cirurgia desde os seis meses.

Davi Gonzaga, de 4 anos, em Goiânia, Goiás — Foto: Arquivo pessoal/Núbia Cristina Gonzaga

“A hérnia dele sobe e fica muito grande, e eles não chamam o Davi para fazer a cirurgia por causa da pandemia. Aí estou nessa luta aqui com ele, até hoje com a hérnia. Ele espera essa cirurgia desde os seis meses de idade e a gente não consegue”, relata.

Má formação

Prestes a completar cinco anos em 8 de julho, Davi está pesando 5,5 kg. Ele precisa tomar um suplemento alimentar para ajudar a fortalecer os ossos e ganhar peso. Cada lata custa cerca de R$ 50.

Por causa da má formação óssea, Davi não consegue se desenvolver de acordo com o ideal para a idade. Ele depende da mãe para tudo. A dona de casa conta que precisa carrega-lo no colo, já que ele não consegue andar, e dar comida na boca dele.

Um relatório médico, de 2017, atesta que Davi tem um 

“importante atraso motor, linguagem e cognitivo, dependente de terceiros para realizar as atividades de vida diárias”. 

O médico cita, ainda, que a criança necessita de cuidados especiais e acompanhamento com equipe multidisciplinar.


Fonte: G1 Goiás


Tags
Reações

Postar um comentário

[blogger]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget